Cafés e Bares

A febre dos bubble teas chegou a Sintra com travesseiros, queijadas e muita fruta

O misticismo da vila portuguesa inspirou a decoração da loja de chás que faz uma fusão entre a cultura portuguesa e asiática.
Há várias versões.

Alguma vez pensou em beber um travesseiro ou uma queijada de Sintra? A proposta pode parecer inusitada — no mínimo —, mas desde 14 de maio já é possível fazê-lo. O Mistea Mountain instalou-se no centro da vila com uma missão clara: apresentar a febre dos bubble teas àquela zona do País.

Em 2020, quando Ana Madeira provou aquele chá, misturado com frutas ou leite e com as icónicas bolinhas de sagu — uma fécula extraída do interior esponjoso de várias espécies de palmeiras — ficou rendida. Convenceu o namorado, Eduardo Rilhas, e a cunhada, Beatriz, a provar e pouco tempo já marcavam encontros para testar diferentes locais onde a bebidaa se vendia. Porém, havia um problema: em Sintra, onde vivem, não existia um espaço dedicado aos bubble teas.

Quando se aperceberam desta lacuna no mercado, não tardaram a perceber que abrir uma loja dedicada exclusivamente à receita de Taiwan seria uma boa ideia. Tinham a experiência de Eduardo no mundo da restauração, a de gestão de Beatriz, a de designer de Ana e uma “paixão desmedida” pela bebida. O cocktail para se lançarem no negócio estava pronto.

“Queríamos abrir uma loja de bubble tea onde os clientes pudessem provar os sabores mais comuns, mas que se diferenciasse. Por isso decidimos fazer uma fusão entre a cultura asiática e portuguesa e incluir umas receitas novas”, explica a jovem de 31 anos.

A carta é composta também por bebidas especiais, como o bubble tea de travesseiro de Sintra (5€), com amêndoa, doce de ovos e chá preto, o Lotus Cookie (5,30€) com baunilha e biscoitos. Nas receitas mais tradicionais, existe o sabor original, mas que pode ser de jasmim, matcha, taro, manga, baunilha ou chocolate. O copo médio custa 4,20€ e o grande fica por 4,60€. Depois pode pedir toppings como pérolas de tapioca e bolas de fruta, gelatina ou pudim.

bubble
Têm vários sabores disponíveis.

Se preferir opções mais frescas, pode pedir um bubble de manga, de ananás, limão, morango, ou meloa, feitos com polpa de fruta. Os preços são iguais, só precisa de escolher qual dos tamanhos prefere, o médio de 500 mililitros e custa 4,10€, ou o grande, com 700 mililitros, 4,50€.

Os bubble teas, também conhecido como chás bobas, são feitos de chá, leite, xarope e as inconfundíveis “pérolas” de tapioca preta. As bolinhas do zhen zhu nai cha (o nome da bebida em mandarim) não resultam da carbonatação, mas sim de uma pilha de bolas de amido de mandioca, doces e mastigáveis, que se acumulam no fundo do copo e devem ser sugadas com o líquido com uma palhinha extra larga.

Quem não quiser um destes chás, pode sempre optar por um dos muitos cafés disponíveis, de capuccinos a macchiatos, passando pelos lattes de matcha (3,5€). E para acompanhar pode sempre pedir as tortas de matcha (2,50€), jiggly cats (2,50€), uns “pudins de mochi em forma de gato que abanam”. No lado mais tradicional os clientes podem provar os clássicos pastéis de nata (1,50€), as queijadas (1,20€) e os travesseiros (1,80€) de Sintra.

Tudo no Mistea Mountain foi pensado para levar ou para beber no local. O local foi projetado com uma decoração inspirada no misticismo da vila. “Este espaço, inserido num prédio do século XIX, já foi uma loja de cerâmicas e até um estábulo para cavalos. Quando ficámos com ele tínhamos uma imagem clara do que queríamos. Inspiramo-nos nos contos de fada, na natureza e no Palácio da Pena que foi pintado num mural e está numa das paredes. Incluímos vários sofás e até baloiços”, refere.

Carregue na galeria para ver mais imagens do novo espaço com bubble tea em Sintra.

Áudio deste artigo

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT