cafés e bares

Beers: o novo bar da Lx Factory onde se tira a melhor cerveja de Lisboa

Vários elementos foram construídos de raiz para aquele espaço. Há várias referências para experimentar à pressão.
O espaço tem capacidade para 60 pessoas.

Pelo nome do novo bar de Lisboa, na Lx Factory, Beers, já se percebe que é de cerveja que se trata. O que não sabe à partida é que aqui se tira a melhor cerveja de Lisboa. Pelo menos essa foi a ideia quando todo o espaço foi montado. Existe uma estrutura que não se encontra noutros espaços da cidade. Um ano de obras depois, já pode passar por lá e pedir uma fresquinha.

“Quisemos apresentar qualidade e variedade”, começa por explicar Paulo Melo, 53 anos, o responsável pelo Beers. Depois dá-nos algum contexto mais técnico, tudo para percebemos que as imperais e canecas que vão sair daquele balcão em nada têm a ver com outros de diferentes bares da cidade.

“O gás não é o habitual dos restaurantes. Temos compressores e máquinas que equilibram a temperatura e a pressão dos barris”, continua. O projeto foi criado em parceria com a Central de Cervejas. Ainda assim, houve muitos elementos que tiveram de ser criados para aquele espaço.

“Apresentei o projeto, disse-lhes que queria ter a melhor cerveja da cidade. O conceito envolveu muita gente e departamentos da empresa. Houve muitas peças que não existiam e tiveram de ser desenvolvidas de propósito.”

Esta não é a primeira experiência de Paulo Melo na restauração. Também na Lx Factory é responsável pelo Sushi Factory. Fora disso detém ainda o Sushisan. Depois vez deixou de lado a comida asiática e focou-se num bar de cervejas, mas que também apresenta uma componente de restauração.

O projeto começou a ser pensado ainda no final de 2019. Durante o primeiro ano de pandemia as obras arrancaram, mas atrasaram-se. O Beers está logo num dos primeiros edifícios à esquerda assim que entra pela porta principal. Se não passa por lá há algum tempo, vai perceber a mudança, já que este bar ocupa o espaço deixado por três ou quatro conceitos.

Fazem degustação de cerveja.

Grande parte das sugestões de bebidas fazem parte da oferta da Central de Cervejas. É o caso da Sagres, Heineken, Guinness, Bohemia, Trindade, Lagunitas ou Bandida do Pomar. Estas são vendidas à pressão em imperial ou canecas. Se quiser prova logo várias, existe uma tábua de degustação, por 5,90€, onde são servidas três variedades.

As opções de bebidas não se resumem a cerveja. Há ainda refrigerantes, vinhos, sangrias e várias espumantes. A cerveja volta mais uma vez à cena quando falamos dos pratos e petiscos, não só porque são a melhor opção para os acompanhar, mas também porque há opções que usam a bebida na sua preparação.

“Quisemos manter o padrão de qualidade na cozinha, com uma equipa com experiência e conceituada. Servimos pratos de cervejaria, de carne e peixe, muitos deles feitos de forma diferente com os polmes, molhos e temperos com cerveja.”

Tem, por exemplo, os peixinhos da horta (5,40€), a salada de polvo (4,35€), ovos rotos (5€), salada de bacalhau (4,75€), cogumelos trufados (7,90€), pimentos padrón (4,70€), burrata trufada (8,55€), ou prego do lombo (8,50€).

Já nos pratos principais há bitoque do lombo (9,90€), joelho de porco (14,50€), posta mirandesa (17,50€), secretos de porco preto com migas (9,70€), bife do lombo com molho Guinness (15,50€), bacalhau  lascado à lagareiro (14,50€) ou açorda de gambas (13,75€).

O Beers tem capacidade para 60 pessoas. Existe uma área interior, mas que conta como esplanada, já que é mais aberta.

Carregue na galeria para conhecer melhor o novo Beers.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Rodrigues de Faria 103 G2, 1300-501 Lisboa
    1300-501 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 12:00
  • Às: 00:00
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Bar

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT