cafés e bares

A Brigadeirando cresceu na Lx Factory — há novos bolos e vem aí o brunch

A mudança traz também uma nova imagem da marca. No início do ano chegam ainda os workshops para miúdos e adultos.
A Brigadeirando está bem maior e com novos produtos.

A Brigadeirando começou com um pequeno espaço na Lx Factory, em Lisboa. Estávamos em 2016, quando Carolina Henke criou a marca dedicada ao doce típico brasileiro. Naquele cantinho era possível ver toda a produção por quem passava na rua principal. O projeto cresceu, as encomendas e o tipo de doces também, e foi preciso trazer uma nova loja à cidade.

Esta quinta-feira, 16 de novembro, a Brigadeirando apresentou o novo café. Está no mesmo local do espaço anterior, onde tudo começou, mas agora numa versão muito maior, com mais lugares sentados, balcões e uma esplanada para receber mais clientes.

“Não era suposto abrirmos já hoje [quinta, 16], mas as pessoas viram a porta aberta e começaram a entrar. Era uma apresentação só para convidados, mas tivemos de acabar por assumir que seria a nossa inauguração”, explica à NiT Carolina Henke.

“Começámos a ter muita procura nos últimos anos. Criámos uma loja online e novos produtos. Estava na altura de termos um espaço maior. Não queríamos era perder este lado artesanal. Queria que as pessoas continuassem a ver tudo o que era produzido.”

A magia acontece atrás dos dois balcões da nova Brigadeirando. Não haverá uma produção constante durante todo o dia, mas em certas alturas será possível ver o leite condensado a ser combinado com outros ingredientes, ou até os chocolates e os bolos a serem produzidos.

Esta é a nova esplanada da Lx Factory para comer brigadeiros.

Tudo é apresentado aos clientes na vitrine da loja. No meio de tanta oferta o complicado é mesmo decidir por que sabor começar. Tem os brigadeiros no seu formato tradicional (1,75€), mas também em pote (6€). Chocolate, doce de leite e nozes, chocolate branco e pistácio, caramelo e especiarias e flor de sal são alguns dos ingredientes que pode pedir.

Por aqui os brigadeiros são ainda servidos com croissants, panquecas ou brownies. Além das pavlovas. Outra das novidades são os bolos salgados. “Queríamos também agradar a quem não quer comer só doces.” Por fora parecem sobremesas, mas quando os prova percebe logo que são de tomate seco, queijo ou de alho francês, fiambre e queijo.

“É possível almoçar uma sopa, uma salada e um bolo salgado e só depois partir para os brigadeiros e os outros doces.”

A imagem da marca também mudou. Antigamente, era um brigadeiro que compunha o logotipo. Agora passou a ser uma tablete de chocolate.

“O brigadeiro deixou de fazer sentido porque a marca cresceu muito ao longo dos anos. Achamos que a tablete fazia sentido, já que o chocolate está na base de vários produtos que temos.” Grande parte deles estão expostos numa espécie de mercearia criada nesta loja. São combinações prontas a levar, como os brigadeiros em pote ou as barras de chocolate.

As próximas novidades chegam em 2022. Um dos desejos antigos de Carolina Henke era criar um brunch, a sua refeição favorita. O sonho será concretizado no início do ano. “Vai ser servido aos sábados, domingos e feriados, por reserva. Iremos ter os produtos de sempre, mas apresentados de uma forma diferente.”

Um dos balcões da Brigadeirando vai ser o palco de vários workshops. Serão indicados para miúdos e adultos e não apenas sobre brigadeiros. A agenda e as marcações são feitas a partir do próximo ano. 

Carregue na galeria para conhecer melhor este novo espaço da Brigadeirando.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Rodrigues Faria, 103 1300-501 Lisboa
    1300-501  Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 11:00
  • Às: 19:00
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Café

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT