cafés e bares

Cheira bem, cheira a pão artesanal em Lisboa e no Porto

Nos últimos meses, as cidades encheram-se de farinhas especiais, isco e massa mãe. Conheça as novas padarias que fazem tudo como antigamente.

Há fornadas a toda a hora/Foto de Padaria da Esquina.

Massa mãe, isco e massa lêveda. A moda as padarias artesanais chegou a Lisboa e ao Porto com a abertura de vários espaços que não usam fermentos artificiais na preparação dos seus produtos. Como se fazia antigamente, no fundo. Os pães levedam por várias horas, tudo para terem um saber mais autêntico e genuíno.

A moda não é de agora, já que nos últimos anos abriram nas cidades vários espaços deste género. Foi algo mais pontual. O ano de 2018 trouxe um boom de farinhas e isco com quatro novas padaria e mais um extra. Comecemos pelo extra, a Padaria Portuguesa.

Não abriu mais um espaço — há meses que não acontece, a verdade é essa —, mas sim a chegada às lojas de pães artesanais, com farinhas de moleiro. Tudo começou no LAB, mas este verão as variedades ficaram disponíveis nas 60 lojas da marca. O desafio foi fazer à escala industrial este tipo de pão e a verdade é que foi conseguido.

Já novos espaço, tem de conhecer a Isco, a padaria que todos falam em Alvalade. Os pães é que a traz a este artigo, mas não deixe de provar um dos bolos de pastelaria com cardamomo. No Porto, há também uma novidade, a Masseira. Abriu no início de outubro, na baixa da cidade, com pães criativos como o de batata doce ou com bagos de arroz de arroz no interior.

Carregue na galeria para conhecer as novas padarias artesanais.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT