Cafés e Bares

Os croissants cobertos que fizeram furor em Espanha chegaram finalmente a Lisboa

Desde 2018 que se fazem filas para provar os manolitos. Agora, as criações da Manolo Bakes já podem ser provadas em Portugal.
Abriu a 7 de maio no Largo do Calhariz.

A inauguração da Manolo Bakes em Madrid, em 2018, fez parar a cidade. O motivo? Os manolitos, uns pequenos croissants brioches com diferentes toppings que todos queriam provar. O sucesso levou a cadeia a abrir 40 lojas nos anos que se seguiram. E estes bolos não conquistaram apenas os espanhóis. Muitos dos portugueses que por lá passavam acabavam rendidos e pediam à cadeia para os trazer para Portugal. Após vários anos de espera, a boa nova chegou: a Manolo Bakes abriu em Lisboa a 7 de maio.

A pastelaria aterrou no Chiado pelas mãos da Aloma, o primeiro franchising da marca. Os responsáveis da doçaria portuguesa faziam parte dos portugueses seduzidos pelos manolitos e não descansaram até trazê-la para cá.

“Numa das nossas visitas de acompanhamento à nossa loja Aloma em Madrid, experimentámos a Manolo e os seus magníficos manolitos e palmitas. Foi amor à primeira vista e desde logo começámos a pensar entrar em contacto com os responsáveis da marca para tentar trazer para Portugal. Fizemos os primeiros contactos por email e posteriormente, através de uma pessoa comum, conseguimos agendar uma reunião. No final da mesma percebemos que ia ser uma realidade a cadeia em Portugal”, conta Mayara Chagas, responsável de marketing da Aloma à NiT.

O processo demorou cerca de um ano e culminou na abertura numa das zonas históricas da capital, onde a Aloma também tem um dos seus espaços mais famosos. A pastelaria fica no Largo Calhariz, muito próximo do Ascensor da Bica, uma localização escolhida a dedo para tanto chegar aos lisboetas, como a turistas que visitem a cidade.

Quem já visitou uma das lojas espanholas vai reconhecer o projeto. “Replicámos o conceito, mas já com a nova versão que a marca implementou no último verão. É um espaço instagramável com lotação para 24 pessoas e vitrinas recheadas de manolitos e palmitas, os pequenos palmiers cobertos”, explica Mayara Chagas.

Para cá trouxeram apenas oito coberturas, só para começar. Dip branco, dip negro, pistácio e de biscoito lotus que são bestsellers. Há ainda o sabor triplo com três chocolates, o crocante com chocolate de leite, o original que é sem cobertura e do café. Os croissants custam 0,90€ as palmitas 0,85€.

“A receita é exatamente a mesma. As nossas equipas ficaram em Madrid mais de um mês a aperfeiçoar as técnicas tanto de pastelaria como de baristas. E agora eles têm estado cá a fazer o acompanhamento e a garantir que tudo corre bem” adianta.

Um dos conceitos da marca são as caixas para partilhar e levar para qualquer lado. Neste formato podem escolher entre as Capricho, que levam até oito unidades e custam entre 5,70€ e 6,80€, a Pequena, com 16 manolitos, por 11,40€ a 13,60€, ou Grande com 24 unidades que fica entre 18€ e 22,80€. Qualquer que seja a escolha, basta optar pelos manolitos favoritos, doces ou salgados. Quem quiser pode também misturar os croissants com as palmitas.

Quem preferir comê-los no conforto do sofá, pode sempre fazer o pedido através das plataformas de delivery. Para já a Manolo Bakes está disponível na app da Uber Eats e da Glovo. Se não é de Lisboa, não fique triste. A Manolo Bakes não se vai ficar por aqui. “Nos próximos três anos queremos abrir mais 15 lojas: Porto, Coimbra, Braga, no Algarve e outras cidades”, adianta Mayara.

Carregue na galeria para conhecer o novo espaço da marca que acabou de chegar a Portugal.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Largo Calhariz 3
    1200-086 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Segunda a domingo das 8h às 20h
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Pastelaria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT