Cafés e Bares

IDB Rooftop: o novo terraço trendy de Lisboa tem vistas panorâmicas e rampas de skate

O espaço que combina restauração, música, cultura e arte foi inaugurado quinta-feira, 14 de julho, na zona oriental da cidade.
Ideal para os fins de tarde.

O IDB Lisboa ‒ Innovation & Design Building Lisboa, localizado no antigo edifício Entreposto, abriu um rooftop na quinta-feira, 14 de julho. É um terraço com vistas panorâmicas que junta gastronomia, atividades desportivas, arte e cultura num só espaço. 

Com mais de três mil metros quadrados, o conceito criado pela Jamestown irá ocupar topo do edifício — antes um conglomerado de marcas de automóveis, que atualmente funciona como hub para empresas inovadoras com foco no design — até ao final do mês de novembro. Segundo a IDB Lisboa, um dos objetivos é “dinamizar a zona oriental da cidade (Olivais, Parque das Nações, Encarnação, Moscavide)”.

Além da vista e da oferta de comidas e bebidas, o mais recente terraço panorâmico da cidade destaca-se por oferecer a possibilidade de praticar desporto, apreciar arte e ouvir música. Direcionado sobretudo para o público do edifício, tem uma oferta diversificada e original, “que reflete o espírito de um verdadeiro community hub”.

Na zona de restauração, o destaque vai para a carta com a assinatura do chef de cozinha brasileiro Dedé. Lá pode encontrar especialidades da gastronomia internacional, como as famosas panquecas japonesas, e aos domingos pode aproveitar para pedir um brunch.

Uma das grandes novidades do espaço são as pistas, rampas e obstáculos para quem pretende andar de skate. É a primeira vez que se vê algo do género no terraço de um edifício em Lisboa. E atenção: não são banais. Tanto o chão da pista como das rampas de skate foram adornadas com desenhos dos artistas João is Typing, Kampus e Malibu Ninjas, que tornam toda a envolvência do espaço ainda mais incrível.

Ainda no que diz respeito à oferta cultural, o novo rooftop conta com uma parede com cerca de 40 metros de comprimento onde pode admirar o trabalho artístico do duo Los Pepes, que conta a história de Lisboa através de várias cores e padrões.

A artista e ilustradora portuguesa Kruella D’Enfer também deixou a sua marca no IDB Rooftop, ao ilustrar o mural Transitory Beings, “onde é feita a interligação com os vários elementos que o integram à medida que o visitante o percorre, permitindo-lhe, também, fazer parte do mural”.

Se passar pelo terraço nos próximos dias, vai poder ver a instalação “Estabelecimentos — Exposição de Letreiros Comerciais, século XX”, da Letreiro Galeria. Inaugurada no mesmo dia que o rooftop, é a primeira de muitas que pretendem acolher.

O espaço estabeleceu também uma parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e o MUDE —Museu do Design e da Moda, que irá inaugurar a 20 de julho a exposição “O Mundo Vai Continuar a Não Ser Como Era! 100 anos de Design Gráfico na Coleção Carlos Rocha”.

O IDB Rooftop está aberto de quinta-feira a domingo, do meio dia às 22 horas. Às quintas, encerra às 21 horas; e ao domingo fecha às 20 horas.

De seguida, carregue na galeria para ver como foi a inauguração do rooftop.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT