Cafés e Bares

Já pode provar os waffles mais estaladiços de sempre na Feira do Livro de Lisboa

Depois de uma paragem forçada devido à pandemia, os carrinhos da On The Wayffle estão de volta – desta vez no Parque Eduardo VII.
Deliciosas.

Andar para cima e para baixo no Parque Eduardo VII carregado de livros é uma experiência divertida, sim, mas outra parte maravilhosa da Feira do Livro de Lisboa é tudo aquilo que pode comer entre os romances, policiais, biografias ou bandas desenhadas.

Na edição deste ano do evento, que arrancou esta quinta-feira, 27 de agosto, vai poder provar os waffles mais estaladiços e irresistíveis de sempre. Os famosos carrinhos da On The Wayffle estão de regresso às ruas da capital depois de uma paragem forçada devido à pandemia de Covid-19.

Com creme de pastel de nata, chocolate, ovos moles, doce de leite, morango ou mel, o grande problema vai ser decidir qual é o seu sabor favorito. Mas não se preocupe: vai ter até 13 de setembro para o eleger. Marque já na agenda: todos os dias, a partir das 13 horas, na parte superior do Parque Eduardo VII. É por aí que vai encontrar a On The Wayffle.

Este projeto de street food surgiu na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, há cerca de oito anos, pelas mãos de Luís Crespo, 28 anos. A marca comercializa o original waffle de Bruxelas, um doce de massa leve e estaladiça – toda a receita é seguida à risca, tal como manda a tradição belga. 

À NiT, Luís explica que na On The Wayffle, o produto é 100 por cento artesanal e a confeção de todos os doces é própria, com exceção do chocolate e do mel. “Acho que este é um dos principais motivos pelos quais conseguimos fidelizar quem já nos acompanha há vários anos. As pessoas sabem que ao darem uma trinca nos nossos waffles vão encontrar o mesmo sabor de sempre, é-lhes familiar”, explica.

Inicialmente, os primeiros passos da On The Wayffle foram dados em pequenas feiras. Agora, a marca já tem presença assídua em alguns dos maiores eventos nacionais – como o Web Summit, o Wonderland Lisboa e a Feira do Livro de Lisboa, que já vai na sua 90.ª edição.

Tal como nos anos anteriores, a entrada no evento é gratuita, embora desta vez haja uma lotação máxima de 3300 pessoas — para que se cumpra o necessário distanciamento social. O uso de máscara vai ser obrigatório e haverá postos de gel desinfetante espalhados pelo recinto.

O staff vai controlar ao longo dos dias as duas principais entradas no recinto — que estará totalmente aberto, embora seja possível fechar os outros acessos com baias e fitas caso a lotação máxima esteja quase a ser atingida. 

Este artigo foi escrito em parceria com a On The Wayffle.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT