Cafés e Bares

No novo spot da Ericeira come-se dentro de uma caverna inspirada em Bali e no Havai

O Tiki Healthy Food Cave deixou de ser um bar e passou a servir propostas sustentáveis para os pequenos-almoços, almoços e lanches.
Vai perder-se no meio das deliciosas sugestões de smoothies, bowls, tostas e panquecas.

Quem passou pela noite na Ericeira dificilmente esquece o bar que tinha como protagonista uma carrinha pão de forma ao balcão. Localizado na Rua da Misericórdia, o Tubo Tiki Bar era uma referência. No entanto, com a chegada da pandemia, foi forçado a fechar e renasceu agora, com uma nova cara, conceito e um novo nome: Tiki Healthy Food Cave.

“O Tiki já era um bar inspirado na cultura havaiana. E como já era um espaço que tinha uma alma própria e estava impecável, no fundo, nós achamos que poderia servir também este novo conceito. Então fizemos algumas adaptações no espaço. Tornamos o espaço mais confortável para as pessoas ficarem enquanto estão a saborear uma refeição”, começa por explicar à NiT Ricardo Rodrigues, um dos responsáveis pela comunicação deste novo projeto gerenciado por Dulce Santos e o marido, Fernando.

Do que se trata, afinal, o Tiki Healthy Food Cave? O próprio nome escolhido dá algumas dicas e sugere exatamente aquilo que é. Um espaço que perde completamente o formato de bar e inaugura um conceito repleto de sugestões de comida saudável, que se desdobra em propostas de pequeno-almoço, almoço e lanche confecionadas com ingredientes portugueses e da época.

Falamos-lhe de uma carta com base em bowls, tostas, panquecas, acompanhadas de smoothies e sumos naturais. Ainda dentro das bebidas, mais recentemente — e a pedido de vários clientes — foi adicionada a cerveja artesanal e alguns cocktails e mocktails, estes últimos feitos com kombucha. Mas já lá vamos.

Há um outro detalhe que explica o Tiki Healthy Food Cave e que tem de ser mencionado. É que, assim que se chega ao espaço, logo à entrada, tem-se a sensação de que se está a entrar numa caverna. E até precisa de descer uns degraus para ficar mesmo dentro do Tiki.

“A entrada do espaço é uma estátua de um deus Tiki em que nós entramos exatamente pela boca do deus. Faz lembrar a entrada numa caverna, em que descemos alguns degraus até ficar dentro do espaço. No interior, o espaço mistura entre estas coisas Tiki e depois, mesmo em termos de comida, a inspiração é muito Bali e havaiana. Tem também um ambiente de praia misturado com pequenos detalhes vintage”, esclareceu ainda Ricardo Rodrigues.

Na carta, criada pelos chefs Rui Rebelo e João Augusto, responsáveis pelos restaurantes Terraço Editorial e Oficina do Duque, em Lisboa, figuram pratos saudáveis, que combinam alimentos típicos da época, se possível não processados e que sejam da terra. Os pratos são ainda todos confecionados de forma sustentável.

Entre as várias propostas do menu, há algumas que se destacam e que se chegam à frente como as preferidas de quem passa no Tiki Healthy Food Cave. A bowl Tiki Tide Rice (11€), com arroz negro, manga, coentros, pepino, algas, gengibre, pickles de cebola e molho de miso e soja, é uma delas. Quem também faz sucesso à mesa deste espaço reinventado na Ericeira é a smoothie bowl Monkey Magic, composta por leite de coco, banana, manteiga de amendoim, cacau, frutas (da época), granola e chia.

No que toca às tostas, a Ovokado (8,40€), com dois ovos, abacate, sementes, rabanete, folhas (da época), molho de caju e mostarda, faz bastante furor junto dos clientes. Já quando se fala de panquecas, as escolhas dividem-se sobretudo entre a Beach Pankake (6,50€), que leva requeijão, compota de frutos vermelhos, pêssego grelhado, agave ou mel e sour cream, e a panqueca Choco Nuts (6,50€), com chantilly de soja, agave ou mel.

Nas bebidas, as opções servem todos os gostos. Por um lado, e sem qualquer álcool, a carta apresenta quatro smoothies fixos. O Beat beet (3,90€), com beterraba, maçã, cenoura, gengibre, leite vegetal, e o Green smoothie (3,90€), que leva espinaffres, banana, maçã, abacate e leite vegetal são os mais pedidos.

Depois, ainda dentro do menu de bebidas do Tiki, chegaram recentemente os cocktails e os mocktails. Dos primeiros, destaca-se o Zombie (15€) e o Pain Killer (9€), um cocktail feito com legumes, sumos tropicais, creme de coco e raspas de noz moscada. Já quando falamos dos mocktails, há versões especiais feitas com kombucha (6,90€), uma bebida geralmente apelidada como o “Elixir da Imortalidade”. 

Mas se o Tiki está perto do mar, por um lado, e tem uma série de propostas de pratos e bebidas saudáveis que vêm mesmo a calhar quando o calor aperta, também não desilude quando o tempo mais fresco chega. Por isso mesmo, já não falta muito para poder conhecer a Choco Late (3,50€) e a Spirulate (4,50€), feita com o superalimento spirulina azul.

Já com apresentações feitas, aproveite para conhecer o espaço e as propostas gastronómicas (sempre saudáveis) do Tiki Healthy Food Cave. Para isso, carregue na galeria.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT