Cafés e Bares

Nova coffeehouse de Lisboa foi criada por um ucraniano. Ali é tudo feito por camadas

Tem tostas, cafés e doces caseiros. O The Layers está aberto todos os dias e é pet friendly.
Está aberto durante todo o dia.

Eugene Bilousov adiou a vinda para Portugal três vezes. A primeira devido à Covid-19, a segunda por causa da invasão da Rússia à Ucrânia e a terceira pelo estado de saúde do pai. Quando finalmente conseguiu sair do seu país, em 2023, não olhou para trás. Encontrou uma casa em Lisboa e, em paralelo, começou a tratar das licenças para abrir um café, no mesmo bairro, em São Sebastião. Em fevereiro de 2024 conseguiu finalizar o objetivo: inaugurou o The Layers, uma coffeehouse com um conceito diferente.

“Já tinha vindo de férias para Portugal em 2019 e adorei. Gostei muito do ambiente, dos portugueses e percebi que era um local onde gostaria de viver. Quando se deu a invasão, Lisboa foi a primeira opção para muitos amigos. Acabaram por me convencer, mas só consegui mudar-me em julho do ano passado”, conta Eugene Bilousov, de 34 anos, à NiT.

Assim que aterrou em solo português, pensou imediatamente em dar continuidade aos projetos que tinha em Kyiv, na sua cidade natal. Já tinha aberto vários cafés e bistrôs, por isso, o know-how não seria um problema. Começou por tratar da parte burocrática e, ao mesmo tempo, estudava o mercado. “Percebi que por cá não existia um daqueles espaços abertos todos os dias, sem folga, algo muito citadino onde se pudesse beber café de especialidade, comer algo leve e provar um vinho ou um cocktail”, adianta.

Quando concluiu que havia espaço para um conceito do género, só lhe faltava definir o negócio — seria algo organizado em camadas. “Cada projeto que inicio é como se fosse uma nova camada sobre as outras, que se complementam. Todos nós temos camadas, embora só vejamos as mais superficiais. E, com este negócio é isso, trazemos as nossas camadas, a nossa experiência e a nossa vontade”, explica.

O The Layers apresenta-se como um local ideal para fazer uma paragem rápida para tomar um café de especialidade, com grãos provenientes da Ucrânia, ou para “comer qualquer coisa”. Entre as sugestões em destaque encontram-se o Capuorange (5€), uma bebida ucraniana muito popular, feita com café e sumo de laranja; e o Latte Salted Caramel (5€), que Eugene tem aperfeiçoado ao longo dos anos. A lista também inclui clássicos como o espresso (1,5€), cappuccinos (3,5€) e lattes (4,50€).

Para uma refeição ligeira, recomenda as papas de aveia e coco (10€) com pistácio e frutos vermelhos, ou o continental breakfast para quem procura algo mais substancial. Custa 11€ e inclui uma tosta com ovos cozidos, abacate, fiambre, queijo gouda e tomate. Se prefere ovos mexidos, pode optar por uma tosta com esta especialidade acompanhada com salada, queijo parmesão e trufa (11€). Se é fã de salmão pode também experimentar o Salmon toast (14€), com sementes de sésamo tostadas que cria “uma fusão de sabores”. “Leva queijo ricotta, o peixe curado, endro e tomate.”

Para finalizar a refeição, ou saciar a vontade de comer algo doce, Eugene sugere o cinnamon bun (3,5€), um doce típico do seu país, ou o cheesecake basco (5€). Contudo, há mais por escolher: waffle cake (5€), bolo de cenoura (5€) e bolachas caseiras de chocolate branco (2,5€), limão (1,80€) ou de Nutella (2€).

Independentemente da preferência de cada um, não há indicação de um horário específico para pedir um prato. Pode comer uma sobremesa de manhã ou um brunch ao final da tarde. “Estamos abertos todos os dias e temos todas as opções do menu disponíveis a qualquer momento”, explica.

E, no The Layers, são todos bem-vindos. “Costumámos dizer que somos friendly no sentido lato. Quem quiser vir para cá trabalhar no computador está à vontade, assim como quem quiser trazer o cão”, acrescenta.

Carregue na galeria para conhecer o The Layer, o novo espaço de brunch e café de especialidade em Lisboa.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Av. António Augusto de Aguiar 23B
    1050-012  Lisboa
  • CONTACTOS
  • HORÁRIO
  • Segunda a domingo das 9h às 17h
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Café

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT