Cafés e Bares

O bar despretensioso que os fãs de Taylor Swift tornaram um fenómeno

Quando perceberam que o The Black Dog existia mesmo, os swifties começaram a fazer peregrinações ao local.
Fica em Londres.

“I watch as you walk into some bar called The Black Dog”. O verso de Taylor Swift faz referência a um pub londrino, onde a cantora terá visto um ex-namorado a entrar sozinho. Quando os fãs descobriram que o espaço era real, o pequeno bar em Vauxhall nunca mais teve sossego. As romarias começaram pouco depois do lançamento do álbum “The Tortured Poets Department”, a 19 de abril, onde figura o tema com a referência.

O disco tornou-se no álbum mais ouvido no Spotify num só dia. Os fãs não se limitaram a ouvir em loop. A maioria dos swifties juntou-se para decifrar verso a verso de cada canção. O objetivo descodificar mais um ou dois romances da cantora. No tema “Black Doug” a cantora canta sobre perseguir um ex-namorado até “um bar chamado The Black Dog”.

Nas primeiras horas que dedicaram a ouvir os versos com atenção, descobriram que o pub ficava em Londres, a cidade onde a cantora tinha vivido com o ator Joe Alwyn, com que manteve um relacionamento durante seis anos. Escusado será dizer que nos dias seguintes já havia peregrinações para tentar entrar no pequeno e despretensioso pub.

Um mês depois do tema ter sido lançado, a tendência continua: o Black Doug não tem um dia mau, porque está sempre cheio de fãs excitados por partilhar o mesmo espaço onde a cantora poderá ter ido várias vezes beber um copo ou comer um hambúrguer. O movimento fez com que a gerência tivesse de comprar mais copo e contratar uma equipa de segurança.

A gerência não deixou passar esta “onda swiftie” como lhe chamaram e entrou no jogo. Começou a oferecer alguns pratos e bebidas especiais, como um hambúrguer “Swift” e acrescentou à lista de cocktails um chamado “Taylor’s Version” – uma referência à maneira como a artista define os álbuns regravados. A música de fundo passou a ser a playlist do novo álbum e até fizeram um pequeno vídeo para espicaçar a curiosidade dos mais fanáticos, sobre qual dos ex-namorados londrinos é que levavam a cantora ao bar.

Os hambúrgueres ganharam a assinatura da cantora.

“Quero agradecer imenso à nossa fantástica equipa, que tem aproveitado esta onda da Taylor Swift como verdadeiros profissionais. Este nível de atenção e de personalização surgiu completamente do nada e a equipa tem trabalhado sem parar para garantir que os nossos clientes habituais, os novos clientes e os swifties recebem o fantástico serviço pelo qual o The Black Dog é conhecido. Não teríamos conseguido passar a última semana sem cada um de vós. As bebidas são por conta da Taylor para celebrar”, escreveu Lily Bottomley a gerente, nas redes sociais, a 25 de abril, uma semana após o lançamento do tema.

Embora ninguém tenha confirmado que o Vauxhall Black Dog é o mesmo que serviu de inspiração ao tema, o espaço já assumiu que sim. Na janela já há uma placa com o verso que menciona o pub e no Instagram alteraram a biografia para “lar de poetas torturados”.

O pitoresco pub com uma fachada em tijolos vermelhos e canteiros de flores pendurados nas janelas foi inaugurado em 2009. Desde aí que se assumiu como um local calmo, para beber um copo ao final do dia, ou início da noite, acompanhado de alguns petiscos, ou um prato mais típico. No menu encontra o famoso fish and ships, ou seja, peixe panado acompanhado com batatas fritas, uma tarte com borrego assado ou croquetes de queijo de cabra com espinafre e chouriço com molho de cidra.

Pratos que estão a preparar-se para começar a produzir em série no fim de semana em que a cantora regressa a Londres para quatro dias de concertos. Entre 21 e 24 de junho Taylor Swift vai encher o estádio de Wembley, mas que não tiver bilhete os responsáveis do bar estão a convidar para eventos especiais, onde a cantora será a estrela. Nesses dias o bar irá abrir mais cedo e encerrar mais tarde para aproveitar a enchente de fãs da cantora na cidade.

Como lá chegar

Para ir provar um dos hambúrgueres em homenagem à cantora terá de apanhar um voo para Londres. Encontra bilhetes de ida e volta de ida e volta, com partida de Lisboa por 100€ e do Porto por. Quando lá chegar pode apanhar um autocarro até Tottenham Hale, no centro da cidade, e de lá o metro da linha Victoria até Vauxhall. Depois só tem de caminhar durante seis minutos até encontrar a fachada de tijolos e uma longa fila de fãs a tentar comprar um café, ou a conseguir uma mesa na esplanada.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT