cafés e bares

O bolo-rainha com ouro que vai querer ter à mesa este Natal

O chef pasteleiro Joaquim Sousa voltou a criar o doce no The Oitavos. Pode ser pedido até dezembro.
O bolo-rainha tem folhas de ouro.

Um creme doce que quando era colocado à frente dos clientes abria as pétalas de chocolate. A sobremesa “Flor de Chocolate”, criada pelo chef pasteleiro Joaquim Sousa, tornou-se viral em Portugal — e não só. Do menu do Dia dos Namorados do Ipsylon, do The Oitavos, em Cascais, passou para o “MasterChef Austrália” e recebeu rasgados elogios de Matt Preston. Estávamos em 2015. Cinco anos depois, o chef voltou a inovar na pastelaria. Criou um bolo-rainha com ouro.

Foi criado em 2020 e regressa este ano com vários ingredientes especiais: folha de ouro comestível, pistácio, figos e framboesas. “O bolo-rainha é baseado na tradição portuguesa. Não era um grande apreciador desse tipo de bolos então quis criar um com ingredientes de alta qualidade e com um visual agradável, para se tornar um ícone na mesa de Natal”, explica à NiT Joaquim Sousa.

O bolo está à venda por 37€. Cada unidade pesa 1 um quilo e serve até 12 fatias. Vai estar disponível para pedidos até 22 de dezembro — as entregas prolongam-ser até dia 24. As encomendas podem ser feitas através do e-mail takeout@nulltheoitavos.com.

Este ano foram ainda criados outros bolos para a quadra natalícia: o tronco de Natal de frutos vermelhos e pistácio com creme mascarpone e o Tronco de Natal de chocolate de leite com avelã e baunilha.

“A inspiração para os troncos vem da minha infância e do meu percurso profissional em França, onde é a sobremesa principal da refeição. Nessa altura há uma procura da ‘bûche de Noël’, que agradará a todos. Tem de ser bonita, boa e diferente para impressionar os convidados,” continua o chef. Cada um dos troncos custa 45€. Os pedidos devem ser feitos do mesmo e-mail.

O tronco de chocolate é uma das novidades deste ano.

O menu de Natal não termina com os doces do The Oitavos. O chef executivo Cyril Devilliers criou uma ballotine de foie gras com chutney de cebola. É composta de um foie gras de pato inteiro,  temperado com especiarias e vinho do Porto.

“O foie gras é um produto típico de Natal, em França. É uma tradição e um dos meus produtos fetiche neste período. Nada melhor do que uma boa terrina com um bom pão de massa mãe torrado ou mesmo uma broa de milho com passas”, considera Devilliers.

Apesar de não ser um produto típico em Portugal, acredita que serão feitos vários pedidos. Esta terrina está à venda por 60€.

Carregue na galeria para conhecer as novas gordices de Lisboa que também podem bem servir para compôr a mesa dos doces este Natal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT