Cafés e Bares

O miradouro no Porto que o vai fazer esquecer o confinamento

É um sítio próprio para claustrofóbicos: há luz, ar fresco, sol, petiscos, cocktails e uma vista única.
É tudo o que precisamos

Passa despercebido a quem cruza a longa rua que liga o Douro à Baixa, embora já lá more desde 2016, ano em que o Miradouro Ignez nasceu num edifício devoluto. Hoje, mais do que nunca, é um sítio que faz sentido: não só para relaxar ao sol, mas para o fazer ao ar livre e sempre a cumprir as regras da Covid-19.

Foi há quase cinco anos que Mário Pinheiro Torres decidiu concorrer à concessão do espaço que encontrou quase por acaso. O novo negócio cresceu ali mesmo, no edifício da autarquia, vazio desde 2009 onde se desperdiçava uma das melhores vistas da cidade.

O edifício empoleirado na Rua da Restauração foi recuperado e devolveu ao Porto um dos seus miradouros, que em dias de sol e calor está quase sempre cheio. O mesmo aconteceu esta segunda-feira, 5 de abril, dia de reabertura e de nova fase do desconfinamento.

“Na segunda-feira foi um boom, uma confusão, parecia um domingo. Tivemos fila à porta”, explica Ana Pimentel, gerente do espaço.

Não é preciso descrever a vista

O período de encerramento serviu para preparar uma série de novidades. Desde logo, a esplanada principal, com capacidade para 38 pessoas, ganhou nova iluminação para a noite — e nos próximos dias terá aquecedores para tornar mais confortáveis os dias e noites mais ventosas. A vista, essa mantém-se intacta.

No espaço inferior está a ser finalizado um restaurante, que terá toda uma nova carta e que se alargará para a segunda esplanada do Miradouro. Enquanto as restrições não permitem a abertura, algumas das entradas recém-criadas podem ser já provadas no piso de cima.

Há, por exemplo, gyozas, espetadas de frango com molho teriyaki ou um tártaro de alcatra. Novas opções que se juntam aos clássicos do espaço, como o hambúrguer IGNEZ (9,5€) — com novilho, cogumelos, queijo Brie, bacon, alface e molho da casa — ou o Português (8,5€) — com alheira, puré de maçã, espinafres e redução de vinho do Porto. Tudo opções que se juntam às sandes, saladas e cocktails.

O brunch, esse só irá regressar quando os horários de fim de semana voltarem ao normal, lá para maio. Os dois menus mantêm-se: o Douro (18€) com tostas de ovos mexidos, panquecas, croissant, fruta e sumos; e o Ignez (15€) com tostas de ovos benedict, panquecas, pão, iogurte grego com granola e sumos.

Duas das novas entradas

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua da Restauração, 252
    4050-592 Porto
  • HORÁRIO
  • Das 11h às 19h; sexta e sábado até às 2h
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Petiscos

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT