Cafés e Bares

O mundo das cervejas artesanais cabe todo num novo bar em Campo de Ourique

O Mestre da Cerveja funciona também como loja e oferece vários petiscos para acompanhar a bebida.
Tem referências em lata, à pressão e garrafa.

Carlo Serra, 39 anos, sempre foi um apaixonado por cerveja, mas nunca se dedicou à área. Tudo mudou quando no passado mês de novembro abriu o Mestre da Cerveja em Campo de Ourique, Lisboa. Trabalhou durante vários anos em marketing digital e comunicação e depois da experiência em parceria com um restaurante da zona da Misericórdia decidiu avançar com este projeto próprio.

“Optei por sair da sociedade no restaurante e ir atrás do meu sonho, que sempre foi trabalhar com esta bebida. Sou fã e o mercado de cervejas artesanais e importadas em Portugal está em crescimento. Vi aí a oportunidade perfeita para canalizar a minha paixão para este espaço”; explica Carlo à NiT.

A escolha de Campo de Ourique pareceu-lhe óbvia. “É uma freguesia muito viva com vários espaços distintos e um grande número de pessoas a andar pela rua. Além de que a minha esposa já tem aqui um espaço de Pilates há mais de três anos.”

O principal foco do novo bar é dar a conhecer cervejas artesanais de todo o mundo. Tem o objetivo de criar uma loja online, mas por enquanto precisa mesmo de passar pela Rua Tomás da Anunciação para experimentar as várias propostas.

Atualmente tenho 41 referências de cervejas de quatro países que têm uma relação muito forte com a cerveja: Bélgica, Alemanha, Países Baixos e Estados Unidos da América. O objetivo é aumentar a oferta ao longo do primeiro trimestre.”

A Konig Pilsner, a Erdinger Weissbier, a Sierra Nevada Pale Ale e a La Trappe Quadrupel são algumas das referências disponíveis à pressão. Tem ainda mais uma que está entre as mais procuradas no Mestre da Cerveja.

“A Delirium Tremens já ganhou o prémio de melhor cerveja do mundo e é sempre muito pedida aqui. Até porque existem poucos bares em Lisboa que a têm disponível à pressão.”

As cervejas podem ser pedidas diretamente dos barris em copos de 20, 25, 30 ou 50 cl, dependendo da variedade. Custam entre 3,50€ e 6,50€. Se quiser fazer uma degustação, o melhor é optar pela tábua. Junta quatro referências em copos de 10 cl (13€). Depois tem ainda as opções em garrafa que pode consumir no bar ou levar para casa.

“Esta seleção vem de ótimas experiências que tive às quais juntei outras que encontrei enquanto procurava novidades que não se viam por Portugal. São cervejas cheias de história e muita tradição.”

A bebida só vem sozinha para a mesa se quiser. No Mestre da Cerveja existe uma carta com alguns petiscos. Vão desde os tradicionais amendoins (1€), às chips de batata doce (2€) ou às tábuas de queijo e presunto (7€). Em breve espera ter mais opções de petiscos brasileiros, como coxinhas e pão de queijo.

Na zona da loja pode comprar packs com cervejas, copos e outros artigos de merchandising, todos ligados ao mundo cervejeiro. “Temos chapéus, T-shirts, copos, porta copos, quadros, abre garrafas, bolsas ou porta chaves.”

Aumentar a oferta deste tipo de produtos e de bebidas está entre os objetivos, mas não são os únicos. “Quero produzir a minha própria cerveja para ser vendida no espaço”, conta Carlo. A pandemia não o fez pensar deixar o projeto de lado, apenas atrasar o que irá implementar mais tarde.

“Esta altura é um desafio enorme, uma vez que temos restrições novas para a área de restauração e comércio todas as semanas. Adiei algumas das ideias que tinha para o espaço, mas pretendo implementar tudo até o fim do primeiro trimestre.”

Carregue na galeria para conhecer melhor o novo Mestre da Cerveja.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Tomás da Anunciação 88 B, Campo de Ourique
    1350-331 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 15:00
  • Às: 21:30
  • Sexta e sábado até: 00:00
  • Domingos até: 21:00
  • Fecha segunda.
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Bar, Loja

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT