Cafés e Bares

Os bombons de salame de chocolate estão a invadir Lisboa — e ainda bem

O Lisboeta começou online, mas já vende os doces em várias zonas da cidade. Acabaram de chegar a Campo de Ourique.
É um salame de chocolate servido em bola.

No final de 2020, os amigos Catarina Belmarço e Sebastião Lorena criaram um projeto que deu uma nova vida ao salame de chocolate. Em vez de servirem o doce típico português às fatias, pegaram na receita e criaram bombons com cobertura e bolacha crocante no interior. As iguarias de O Lisboeta começaram a ser vendidas online, mas entretanto já chegaram a várias zonas da cidade. Um dos últimos espaços onde os pode experimentar é no quiosque do Jardim da Parada, em Campo de Ourique.

“Decidimos entrar nestes pontos [de venda] com um proposta diferente e alternativa aos doces e sobremesas que já existem. O objetivo é tornar o salame de chocolate uma opção diária na vida dos portugueses, tal como o pastel de nata”, explicam os responsáveis da marca à NiT.

Na prática, é como se tivesse a comer uma fatia do típico bolo feito com bolacha, mas em forma de um bombom (uma pequena bola) com cobertura de chocolate. Ao longo dos anos foram criando novas variedades, mas as clássicas — com as quais lançaram o negócio em 2020 — mantêm-se.

Atualmente pode escolher entre os bombons de salame com cobertura de chocolate branco; com caramelo salgado; com amêndoa e chocolate de leite; com amêndoa e chocolate branco ou com chocolate negro. A estes junta-se um sabor especial todos os meses.

A oferta pode variar consoante os pontos de venda com quem têm parceria. Os bombons d’O Lisboeta  custam entre 1,70€ e 2€ a unidade. É ainda possível comprá-los em caixas com seis (10€) ou  10 unidades (15€).

O quiosque do jardim da Parada é mais recente espaço onde pode encontrar os doces da marca. Já os podia encontrar no quiosque da Praça da Alegria, nos espaços do Ammazza, no Mercado Chic em Algés, no Aruki, no JustSushi, no Passe, Croqueteria, Metro e Meio, quiosque do Jardim dos Passarinhos no Estoril e ainda na Queijaria do Monte no Estoril.

“Percebemos a importância destes novos canais de distribuição onde conseguimos impactar mais pessoas e dar a conhecer O Lisboeta”, continuam os responsáveis pela marca.

O projeto foi criado na sequência de um jantar com outros amigos. Os fundadores ficaram encarregues de levar sobremesa e optaram por um salame de chocolate tradicional. No fim da refeição acabaram a debater a dificuldade de encontrar o típico bolo à venda, a não ser em ocasiões especiais.

“No dia seguinte começamos a analisar o mercado e a oferta que existia. Acabamos por perceber que havia uma possibilidade de criarmos uma marca forte que se destacasse”, explicaram à NiT.

Levaram três meses a chegar ao resultado final da receita base e aos vários sabores que decidiram acrescentar depois. “É um salame diferente, daí a nossa assinatura de marca ser ‘O Nosso Salame de Chocolate’ com alterações à receita tradicional, banhado com tipos de chocolate e ingredientes diferentes, congelado e em forma de bola.”

Pode encomendar os bombons d’O Lisboeta através do site ou na página de Instagram da marca.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT