cafés e bares

Os leitores da NiT decidiram: este é o melhor doce tradicional do País

A votação mais calórica de sempre decorreu durante uma semana. O vencedor ganhou com larga vantagem de votos.
O vencedor teve mais de 30 por cento dos votos.

A votação era extensa. A NiT pré-seleccionou uma lista de 40 doces típicos de Portugal para que os leitores da NiT pudessem votar no seu favorito durante uma semana. De norte a sul do País, e também nas ilhas, todas as regiões estiveram representadas nesta eleição. O vencedor, como sempre, só podia ser um e destacou-se da concorrência calórica com 2078 votos, 36 por cento da votação total. A votação da NiT começou no dia 22 de novembro e terminou este domingo, 29.

O grande vencedor foram os travesseiros de Sintra. Existem vários espaços na vila para os provar, mas uns dos mais conhecidos é, sem dúvida, a Piriquita, que até conta com dois cafés na vila. Cada travesseiro custa 1,50€.

Na prática, é um doce de massa folhada com um creme de ovo e amêndoa no interior. Por cima, os travesseiros levam ainda uma camada de açúcar e canela em pó. O sucesso do doce é tal que já foram criadas receitas mais originais, como recheio de Nutella, por exemplo. 

Foram os grandes vencedores.

Em segundo lugar na votação da NiT ficou o pão de ló de Ovar. Conseguiu 13 por cento, ou seja 753 votos. O pódio é fechado com um pastel de nata, um doce que está em todas as pastelarias do País. Apesar de nos primeiros dias desta eleição ter estado em destaque no primeiro lugar, acabou por cair para terceiro. Conseguiu 9,5 por cento e 546 votos.

Os Ovos Moles de Aveiro, as tortas de Azeitão, o folar de Olhão, as barrigas de freira, sericaia, boleima, cornucópias de Alcobaça e os rebuçados da Régua foram outros exemplos dos doces que estavam na lista da votação.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT