Cafés e Bares

Prepare-se para uma noitada de arromba. O Jamaica e o Tokyo estão prestes a abrir

Os icónicos bares lisboetas têm agora o dobro do espaço, mas a atmosfera e música mantêm-se. A entrada de ambos será única.
As noites animadas estão quase a voltar.

Os icónicos bares Jamaica e Tokyo vão reabrir ao público a 30 de setembro, após terem fechado durante a pandemia, em março de 2020. Vão reabrir a 500 metros do local onde nasceram originalmente, na Rua Cor-de-Rosa do Cais do Sodré. A reabertura estava prevista para junho, mas as obras sofreram alguns atrasos. Ainda não há data definida para a reabertura do Europa.

“Podia ter sido em agosto, mas a maior parte do pessoal estava de férias, estava tudo a meio gás, pelo que preferimos fazer as coisas com calma e não no ar. Abrimos agora na chamada ‘rentrée'”, conta à “Lusa”, citado pelo “Diário de Notícias”, Fernando Pereira, um dos sócios da empresa que detém o Tokyo e o Jamaica.

As bebidas não serão servidas em copos de plástico, sendo estes substituídos por opções reutilizáveis e as palhinhas utilizadas são em canudo de junco. “Há uma grande preocupação, não só com as questões do barulho, que por lei têm de ser cumpridas, mas também uma série de outras”, adianta Fernando Pereira.

Os espaços vão conseguir receber cerca de 300 pessoas, quase o dobro dos antigos espaços. Garante, contudo, que a atmosfera será a mesma, especialmente no Jamaica, onde passam temas clássicos de rock, pop e reggae. Este terá uma parede que se desloca para que a pista de dança tenha uma geometria variável.

Já o Tokyo terá um palco “maior e mais alto, mas ainda quase ao nível do solo”. O objetivo é manter a proximidade entre o público e os artistas, uma das características do bar. Ambos vão ter uma entrada única, e quem entrar no Jamaica conseguirá ir ao Tokyo (e vice-versa). Também existe um espaço comum para fumadores no exterior.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT