Cafés e Bares

Ressaca Tropical: no novo wine bar de Lisboa só entram vinhos biológicos e naturais

O projeto começou com festas em Nova Iorque. Depois virou-se para a importação de vinhos e agora chegou o espaço físico.
O novo bar está cheio de vinhos naturais.

A história do Ressaca Tropical, o novo wine bar de Lisboa, começou nos Estados Unidos. Ainda antes do espaço físico na Rua das Gaivotas, em Santos, o projeto arrancou em Nova Iorque com festas e DJ. Na altura tinha o nome em inglês — Tropical Hangover —, que foi traduzido para português.

Por cá, o projeto iniciou-se em 2021 sem festas, mas com muitas bebidas. “Começámos com importação e distribuição de vinhos naturais da Austrália para Portugal. Um dos sócios é australiano, veio para cá e entrou na área da restauração. O outro viveu no país durante vários anos”, explica à NIT Carlos Fino, 34 anos, outro dos responsáveis pelo projeto.

Criaram um site onde todas as pessoas conseguiam fazer encomendas de vinhos, mas também trabalharam diretamente com restaurantes. “Sempre houve o desejo de termos um espaço físico. Só agora é que se proporcionou.” A loja online continua a funcionar, mas desde 10 de maio que têm também um bar onde dão a conhecer as várias propostas australianas e não só.

“Quisemos criar um bar de vinhos naturais e com pouca intervenção do homem. Temos uma seleção vasta com mais de 40 referências: australianas, portuguesas, mas também da Alemanha, Itália, Espanha ou França.”

O projeto arrancou há poucas semanas e já tem a ambição de crescer. “Queremos expandir até às 150 garrafas nos próximos meses, mantendo sempre uma seleção nacional. Estamos em Portugal e queremos valorizar os produtos locais.”

Os vinhos são servidos no Ressaca Tropical tanto em garrafa como a copo. Neste último caso têm sempre uma selecção que muda a cada duas semanas. São referências que dificilmente vai encontrar em supermercados e garrafeiras tradicionais.

Tem, por exemplo, o Crazy Javali, do Douro, o COZ Vital, de Montejunto, o Post Quercus Brancom da Bairrada, o Achada Jaen, do Dão, o Quilómetro, de Trás-os-Montes, o Tubarão, do Minho, ou o Seafoam Punch, da região de Lisboa.

“Existe sempre uma história para contar, histórias de família. Isso é algo muito importante. Estou a sempre a contar histórias do vinho, muitas vezes um encontro pessoal que tive com os produtores”.

Tirando os vinhos, têm ainda um outro conjunto de bebidas que seguem a mesma linha: opções de pequenos produtores e com baixa intervenção. É o caso do medronho Foz do Touril, do Alentejo, o mezcal Logia – Cenizo, do México, ou a poncha Bis Bis.

Para a acompanhar servem um conjunto de tábuas de queijos e enchidos, azeitonas e patés mas, por enquanto, as opções disponíveis são limitadas.

O Ressaca Tropical conta com dois pisos e capacidade para 35 pessoas. No térreo encontra toda a parte de balcão com as várias garrafas. O andar de baixo funciona mais como lounge. “Não temos cabine de DJ, mas periodicamente convidamos alguém para nos fazer a playlist. Vamos também tentar incluir DJ portugueses.”

Carregue na galeria para conhecer melhor o novo Ressaca Tropical.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Gaivotas 23, 1200-201 Lisboa
    1200-201 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 18:00
  • À: 01:00
  • Fecha domingo e segunda
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Bar, Vinho

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT