cafés e bares

Santini fecha todas as lojas e deixa de fazer entregas de gelados

Também o take-away não será possível. A medida tem o objetivo de apelar aos clientes para ficarem em casa.
O encerramento é temporário.

A partir desta quinta-feira, 21 de janeiro, todas as lojas do Santini no País estão encerradas temporariamente. Nem mesmo o serviço de take-away e delivery está a funcionar. Esta é uma decisão inédita da marca, que nem mesmo no inverno, uma altura tendencialmente mais calma na procura de gelados, encerrou os espaços.

A decisão deve-se ao aumento do número de casos de Covid-19 no País que se tem verificado nas últimas semanas. O objetivo passa por apelar aos clientes que permaneçam em causa para evitar a propagação da pandemia.

“Tomamos esta decisão na esperança de podermos receber os nossos clientes de volta às lojas, de ânimo positivo, o mais rapidamente possível”, explica Marta de Botton, administradora da Santini, em comunicado.

A Santini tinha acabado 2020 com a abertura de uma loja no Chiado onde além dos vários sabores de gelado da marca era possível ver ao vivo como é feita a produção de cones, uma área especial criada para esse efeito. A previsão é que durante este ano chegue ao Algarve com a inauguração do primeiro espaço na região, que será em Faro.

Apesar das lojas fechadas e do encerramento dos serviços de delivery e take-away, a Santini ainda se encontra presente em alguns espaços do País, com caixa prontas a levar. É o caso dos supermercados do El Corte Inglés na Beloura, Lisboa e Gaia; do Mercado da Carne, em Cascais; ou do recente Passe, em Lisboa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT