Cafés e Bares

Seis LSD. Novo bar de Lisboa serve cocktails clássicos (e não só) em take-away

Abriu esta quinta-feira, 8 de fevereiro, na encosta do Castelo, e quer ajudar os clientes a aproveitarem mais as ruas da cidade.
Vai poder encontrar o Bruno atrás do balcão também.

O grupo Seis está imparável. A 2 de fevereiro inaugurou um espaço de brunch, bar e bistrô na Baixa de Lisboa. Volvida uma semana, decidiram voltar a subir a colina. Esta sexta-feira, 9 de fevereiro, inauguraram um conceito inesperado e completamente diferente dos que abriram até à data.

“O projeto do Liquid Spirit Drinks (LSD) já estava na gaveta há algum tempo. Estávamos só à espera do sítio certo, de um cantinho bonito, e finalmente aconteceu”, começa por contar à NiT Bruno Teixeira, de 36 anos.

O gestor hoteleiro encontrou a localização ideal num bairro de Lisboa que lhe diz muito, onde já tem, inclusive, outro negócio. “Encontrámos, mais uma vez, tudo o que queríamos na zona do Castelo.” Porém, como já tem sido uma constante na cadeia Seis, o LSD tem uma identidade própria e distintiva.

Bruno Teixeira trabalha na área da restauração há mais de duas décadas. Aos 21 anos, logo a seguir a formar-se em turismo, veio para Lisboa onde continuou sempre ligado ao ramo. “Uma altura tentei sair e virar-me para outra área, mas não durou muito. Sou apaixonado por restaurantes e gestão hoteleira, não tenho como negar”, diz à NiT.

Atualmente é proprietário da Garrafeira & Petiscos, Downtown e o LSD — sendo que todos os nomes são precedidos pelo número Seis. “Para este conseguimos ainda algo mais especial: o número da porta é o 24. Se fizermos a chamada prova dos nove, sobra a soma de dois e quatro, que no total dá seis. Não podia ter sido noutro local”, sublinha.

O LSD é propositadamente reduzido.

A relação com este algarismo par é impossível de disfarçar. O proprietário não desvenda se o seis é o seu número da sorte, mas contou à NiT que ao definir os pormenores da marca já sabia que ia querer ser proprietário de meia dúzia de espaços, todos diferentes, mas com um denominador comum: uma experiência que apela aos sentidos.

Ao contrário do que acontece nos restantes conceitos da marca, no LSD não há petiscos — só bebidas. “Desta vez quisemos apostar nem algo mais próximo a um bar, para visitar durante o dia, onde todos podem entrar, comprar uma bebida e sair para aproveitar as ruas de Lisboa”, explica o gestor hoteleiro. Porém, é logo rápido a clarificar que não quer tornar a zona do Castelo “no novo Bairro Alto”. “Queremos apenas ser impulsionadores da ‘movida’ da cidade. Por isso criámos um espaço descontraído onde se pode estar na porta a apreciar o ambiente, na rua, ou mesmo num banco do jardim a saborear um cocktail, ou outra bebida.”

Ali pode pedir uma bica (1,50€) ou uma meia de leite pela manhã e um refrigerante (3€) noutra altura do dia. A meio da tarde, como anunciam em letras garrafais no LSD “It’s Six O Clock Somewhere”, ou seja, é hora de um cocktail. Nesse momento pode escolher entre Gin Tónico (7,60€), Aperol Spritz (7,60€), Mojito (7,60€), a popular Piña Colada (8,60€) ou a Cuba Libre (7,60€). O melhor é ir passando e provando as diferentes opções escolhidas pela equipa do Seis. A carta também inclui vinhos, cervejas, sangria e ginginha.

“A carta não teve uma curadoria específica. Fomos decidindo consoante o feedback dos clientes, os nossos gostos e aquilo que sabemos que também é tendência, como o Porto Tónico (7,60€), por exemplo”, refere.

Nos próximos tempos não planeiam abrir mais nenhum espaço, porém não querem abrandar. Vamos criar o Dia do Seis. Ao sexto dia de cada mês (ou às sextas-feiras) teremos um desafio para os clientes: tomar o pequeno-almoço no Brunch, almoçar na Garrafeira, beber um cocktail ao final da tarde no LSD e terminar com um jantar com fado no Downtown. “O objetivo é intercalar os momentos de refeição com visitas por Lisboa, para ‘desmoer’”, explica o proprietário. Esta é também uma forma de desafiar os lisboetas a visitarem locais que muitos não frequentam há meses (ou até anos). 

No novo espaço da marca não pode petiscar, mas caso a fome aperte, basta descer as ruas até à Baixa, onde encontra o Seis Downtown. Um brunch e bistrô ondem não faltam sugestões para pedir ao longo do dia.

Carregue na galeria para ver algumas imagens deste espaço.  

Áudio deste artigo

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Costa do Castelo 24
    1100-179 Lisboa
  • HORÁRIO
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Bar

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT