gourmet e vinhos

Sericaia Gourmet: o doce alentejano que conquista o País com uma receita secreta

É tradicional de Elvas, mas é fácil tê-lo à mesa em qualquer região. O responsável aprendeu a fazer com a avó, que tem 96 anos.
Está disponível em três formatos.

Da receita da sericaia pouco nos desvenda. Apenas nos diz que pode demorar duas horas até estar pronta e que todos os passos são seguidos conforme lhe foram ensinados. “É uma receita original, que é passada na minha família de geração em geração. Aprendi com a minha avó, que aos 96 anos continua a ser uma cozinheira extraordinária”, explica à NiT Francisco Barroso. Aos 32 anos decidiu juntar o trabalho de account manager a um projeto de venda online deste típico doce de Elvas, ao qual chamou: Sericaia Gourmet.

“É uma receita simples e com as característica semelhantes a todas as receitas da doçaria conventual. A qualidade dos ingredientes, a paciência na elaboração e a técnica envolvida são fundamentais para que o resultado final permita preservar nos dias de hoje.”

É natural de Elvas e sempre viu com admiração a reação de quem provava o doce típico da cidade. “As pessoas que provavam pela primeira vez, ou que já tinham provado a sericaia de Elvas, achavam que era sem dúvida, e sem comparação alguma, um doce muito especial.”

A partir daqui surgiu a ideia de criar este negócio que faz entregas em todo o País. A Sericaia Gourmet arrancou em março deste ano de forma um pouco escondida. Só no final de setembro é que o site ficou concluído e é onde as pessoas podem fazer as encomendas.

“A sericaia é um doce típico e de referência da cidade. Está presente em todos momentos de festa e celebrações, como o Natal, a Páscoa e os aniversários.” Agora também pode fazer a festa em qualquer lado, sem ter de ir até ao Alentejo.

“No fundo, o objetivo foi dar o acesso rápido à qualidade de sempre, associado a uma imagem atual, que permite ter este doce típico e tradicional totalmente disponível para as várias situações dos nossos dias, e dessa forma os nossos diferentes formatos.”

É através do site que pode fazer as encomendas. Apenas na zona de Lisboa é que fazem entrega da versão maior em prato de barro. Além dessa versão, 29,90€, tem a caixa média (12,50€) e as caixas individuais (2,95€). São ainda vendidos frascos com ameixas de Elvas (9,90€), a melhor forma para acompanhar este doce. Os pedidos devem ser feitos com 48 horas de antecedência.

“Até ao momento, nunca tivemos um feedback negativo, o que nos deixa bastante seguros de que estamos no caminho certo.”

A evolução do projeto pode passar pela abertura de um espaço, que irá funcionar como recolha de produtos e até venda de alguns artigos da região. Por enquanto, para Francisco Barroso, isso não é certo. Ele só quer mesmo fazer chegar sericaias a todo o País.

O ideal é comer com ameixa de Elvas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT