cafés e bares

The Sinnerman Speakeasy: o antigo Rasputine reabriu cheio de segredos e cocktails

A discoteca que teve o seu auge nos 80, mudou de gerência e passou a ser um espaço onde as bebidas têm um grande destaque.
Há vários cocktails para experimentar.

O novo bar de São João do Estoril, Cascais, já está a ser pensado desde 2020. Ainda assim, não podia abrir da forma como estava a ser estruturado. Os bares não podiam ser apenas bares, tinham de ter mais qualquer coisa para servir que não fossem bebidas para conseguirem estar de portas abertas. “As limitações de ter de ter cozinhas em bares que toda a vida serviram cocktails e a falta de horários ditaram apenas um aguardar pelo momento certo, que foi agora”, explica à NiT Bruno Oliveira, 46 anos, um dos responsáveis pelo novo The Sinnerman Speakeasy.

O projeto iniciou-se quando adquiriu com a mulher, Béu Machado Leite, 50 anos, outra das sócias, o espaço da antiga discoteca da zona, o Rasputine. A abertura fez-se no final de setembro, quando as restrições já o permitiam fazer sem limites.

“Somos apenas um bar, sendo que ser apenas um bar é hoje em dia uma raridade. Todos são outras coisas, nos somos um bar speakeasy porque temos segredos que só os nossos clientes mais íntimos sabem. E nunca os iremos revelar se não vierem cá e tocarem à campainha”, continua.

O convite fica feito e com detalhes do que por lá vai encontrar. “A entrada na jaula vermelha leva-o ao submundo da alquimia das bebidas e aos nossos segredos. O menu é uma constante mutação, tal como num restaurante gourmet e Michelin, o chef guarda segredos que só sentado ao balcão podes descobrir.”

Bruno Oliveira e Béu Machado Leite nunca tinha tido nada desta dimensão, apesar de já estarem ligados à coqueteleria e ao mundo dos bares. “Há muito que desejávamos criar e servir aquilo que melhor sabemos fazer, mas num espaço épico e majestoso, onde as paredes tivessem memória e as madeiras segredos indescritíveis. Este é um desses locais.”

O bar tem capacidade para 350 pessoas.

O espaço conta com 700 metros quadrados e capacidade para mais de 350 pessoas. A decoração, com revivalismo e alguns toques pessoas, ficou a cargo de Béu, que também recuperou várias peças que ali se encontram.

“Fazia falta mais bares a servir bebidas de qualidade para as pessoas todas, não só algumas, mas sim todas em absoluto. O prazer de um cocktail preparado com paixão e saber, levado a todos. À nossa maneira, mas para todos.”

A garrafeira está cheia de marcas conhecidas, mas nem por isso existem no The Sinnerman Speakeasy qualquer tipo de patrocínios. “Só mesmo porque os nossos clientes merecem o melhor. Como se da nossa casa se tratasse e vocês fossem nossos convidados.”

Aqui, como já se percebeu, não encontra nada para petiscar. O conceito é mesmo o de um bar puro e duro. “Sem comida porque os nossos clientes querem vir beber e conversar, sem ruídos de cozinha ou cheiros de comida, apenas a envolvência da nossa sala e com o menor distanciamento social possível.”

Nada de comida, mas música não pode faltar. Há sons dos anos 80, a reviver um pouco o ambiente que ali já juntou várias pessoas na noite de Cascais, mas também dos anos 90, blues ou jazz.

Querem colocar o The Sinnerman Speakeasy entre os melhores bares do País, mas também já existem outros projetos. “Queremos lançar um livro e abrir um projeto secreto com uma das maiores figuras do cocktail em Inglaterra.”

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Bartolomeu de Gusmão 24, 2765-305 Estoril

    2765-305  Estoril
  • HORÁRIO
  • Até às: 02:00
  • Fim de semana até às: 04:00
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Bar

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT