Cafés e Bares

Starbucks encerra definitivamente os seus 130 cafés na Rússia

Os espaços estavam fechados, de forma anunciada como temporária, desde 8 de março, na sequência da invasão à Ucrânia.
Resolução afeta quase dois mil funcionários.

O que começou como um encerramento temporário da atividade da Starbucks na Rússia, com início a 8 de março, tornou-se definitivo nesta segunda-feira, 23 de maio.

De acordo com a “Associated Press”, a marca norte-americana decidiu fechar os 130 cafés que tem no país e deixar assim de estar associada ao mesmo. O anúncio foi feito numa nota enviada aos quase dois mil funcionários afetados pela decisão, onde se comprometia a pagar os seus salários pelos próximos seis meses e a ajudar na transição para novos empregos.

A Starbucks entrou no mercado russo em 2007. Após a invasão da Ucrânia, que teve lugar na madrugada de 24 de fevereiro, a multinacional disse que ia manter os seus espaços abertos, mas doar os lucros à assistência humanitária a atuar no país liderado por Volodymyr Zelensky.

Depois de marcas como a Coca-Cola e a McDonald’s terem decidido suspender os seus serviços temporariamente, esta acabou por fazer o mesmo. Na altura, além de condenar os “horríveis ataques da Rússia à Ucrânia”, disse que, mediante a evolução do conflito, medidas adicionais seriam tomadas em linha com a sua missão e valores.

Na semana passada, a McDonald’s anunciou o fim das suas operações na Rússia. As 850 lojas, contudo, foram vendidas a um empresário da Sibéria e não vão fechar, mas passar a funcionar sob um novo nome.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT