Cafés e Bares

The Folks: na nova coffee shop de Lisboa pode beber café de todo o mundo

O menu tem variedades de diversos países, tudo para acompanhar à mesa com outras tantas sugestões de brunch.
Esta é a nova cafetaria de Lisboa.

Estávamos em 2019 quando abria em Lisboa o Bloom Coffee Room, um espaço especialmente dedicado ao brunch. Três anos depois, os responsáveis quiseram pensar noutro conceito que juntasse também uma componente de café de especialidade. Assim, em maio, abriu a The Folks.

“Aqui, o café está em grande escala, mas não é a única opção do menu. Temos ainda várias sugestões de pequeno-almoço e brunch”, explica à NiT Philipp Lytvynov, um dos responsáveis pelo Bloom e agora também pelo The Folks.

E acrescenta: “Vemos que existem muitos restaurantes de brunch e muitos cafés de especialidade em Lisboa. Mas não vemos esse conceito misturado num só. Por isso, decidimos abrir um espaço que unisse esses dois conceitos.”

Philipp acredita que Lisboa ainda terá um importante papel para desempenhar neste área das coffee shop. “Turistas e nómadas digitais fazem de Lisboa uma cidade de top na Europa. Lisboa tem um grande potencial para se tornar a capital do café. Queremos fazer parte dessa experiência.”

A aposta no café começou há três anos. Se bem que, neste espaço, está muito mais vincada do que no anterior Bloom. “A cultura do café é especial. Encontramos a nossa paixão neste tipo de cafés de especialidade. O nosso trabalho ajuda a desenvolver a comunidade e com que as pessoas trabalhem de forma mais sustentável.”

Os ovos benedict tem sido bastante procurados.

A carta tem sugestões de vários países, da Etiópia à Indonésia. Existem também algumas variedades especiais, como Geisha, Sidra ou Mokka. Com tanto cuidado com a matéria prima, o serviço também tinha de ser especial.

“Servimos as bebidas tradicionais de café, como expresso [1,50€], americano [2,50€] ou cappuccino [3,50€]. Temos ainda as nossas bebidas de café exclusivas, como o Raf Lime Vanilla [5€] e o Pistachio Latte [5€]”, explica Lytvynov.

A pensar no verão, foram preparadas opções geladas, como o Cold Brew (3,5€), o Iced Latte (4,5€), Espresso Tonic (6€) e o Mazagran (5€). Se prefere álcool, tem o Cold Irish Coffee (9€), ou o Coffee Gin Tonic (9€).

Claro que o café precisa de acompanhamento: “Encontramos as melhores opções salgadas e doces para o café. Costuma ser uma bebida matinal, por isso criámos uma ampla variedade de opções de pequeno-almoço e brunch.”

Se os cafés são de todo o mundo, os ingredientes usados na comida são maioritariamente nacionais. O resultado é uma combinação perfeita. “Os nossos ovos benedict são imperdíveis, têm sido muito procurados [10€]. Os clientes também têm adorado o hot dog de polvo [13€] e panquecas doces [desde 8€]”.

O cachorro quente é preparado com tentáculos de polvo, guacamole, vegetais e um molho especial. Já as panquecas podem ser feitas com frutos da época, queijo mascarpone, compota caseira ou ainda com cogumelos. Neste caso, é uma proposta mais salgada.

O espaço de Lisboa, na Rua dos Sapateiros, poderá não ser o único na cidade. Os responsáveis querem levar o conceito para outra morada e, depois, chegar ao Porto. Para já, o atual café na capital tem capacidade para receber 26 clientes.

Carregue na galeria para conhecer outros spots que servem um belo brunch em Lisboa.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. dos Sapateiros 111, 1100-619 Lisboa
    1100-619 Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 09:00
  • Às: 17:00
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Café, brunch

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT