Gourmet e Vinhos

#BomParaPortugal: Quer realmente ajudar os produtores portugueses? Faça isto

Há mais de 35 anos que o Continente apoia a produção nacional com compras regulares a um preço justo. O objetivo é investir no que é nosso.

Quarentena, confinamento, isolamento, testes e máscaras. São muitas as palavras que saltaram para as nossas conversas diárias nos últimos meses por causa da Covid-19. Para quem vive da produção e venda de alimentos, estes não têm sido tempos fáceis.

Entre o comércio de portas fechadas, a falta de turistas e o medo do vírus, os produtores locais e mais pequenos foram os que acabaram por sofrer as maiores consequências da pandemia — e precisam de todo o apoio para se voltarem a erguer. Ao seu lado há mais de 35 anos – mas sobretudo agora, em plena pandemia – está o Continente, que apoia os produtores portugueses com compras regulares e a um preço justo.

Com a sua campanha #BomParaPortugal, a cadeia de supermercados tem como objetivo reafirmar o seu compromisso com a produção nacional. Se é bom para quem produz e para quem compra, é bom para Portugal. Este é o movimento que marca a forte ligação do Continente à produção nacional.

Como resultado da forte ligação da marca aos produtores portugueses, 80 por cento da carne que encontra à venda no Continente já é nacional. Privilegia-se também o peixe da costa portuguesa – o peixe fresco do Continente é adquirido diariamente em 14 lotas de norte a sul do País. Foi ainda possível, durante os últimos tempos, duplicar a compra de peixe de aquacultura nacional, o regime de produção sustentável que mantém todo o sabor e frescura do pescado.

Além disso, a compra de frutas e legumes nacionais pela cadeia tem aumentado progressivamente. No último ano foram adquiridas mais de 110 mil toneladas de frutas e legumes nacionais, entre citrinos do Algarve, maçãs de Alcobaça e da Beira Alta, peras rocha do Oeste, entre outros legumes para sopa, batatas, alhos e cebolas.

Um dos maiores exemplos é a compra de 14.500 toneladas de laranjas a produtores de todo o Algarve para abastecer as lojas Continente com laranja nacional, sempre fresca, doce, sumarenta e acabada de colher – bem saborosa, como sabemos.

Mas há mais: as padarias dos supermercados Continente são abastecidas com mais de 4 mil toneladas de trigo alentejano para manter o sabor que já é tradição e preparar de hora em hora, um pão saboroso, estaladiço e acabado de sair do forno.

A pensar precisamente na necessidade que os produtores portugueses têm de manter as suas culturas sustentáveis, o Continente criou o Clube de Produtores Continente, que integrou mais 50 produtores nacionais de vinhos, apoiando atualmente 250 produtores portugueses, contribuindo para uma produção nacional de excelência. Nasceu também a Academia do Clube de Produtores Continente, que promove a inovação e a competitividade junto dos produtores portugueses, capacitando-os para uma agricultura mais sustentável.

Pode ver todos os compromissos e medidas adotadas pelo Continente no âmbito do movimento #BomParaPortugal no site da campanha.

Este artigo foi escrito em parceria com o Continente.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT