gourmet e vinhos

Este casal construiu uma casa sobre rodas com 28 metros quadrados — e um forno de pizza

Atinge os 700 graus e só precisa de dois minutos para uma pizza ficar pronta. Foram duas semanas só o concluir.
Fotografia de John Jernigan

O casal Rebekah, de 56 anos, e Robert Sofia, de 60, decidiram que estava na altura de construírem a sua casa de sonho sobre rodas com cerca de 28 metros quadrados e, com aquilo que acharam ser mais essencial: um forno para pizzas. Atinge os 700 graus e deixa qualquer pizza pronta em dois minutos.  

Iniciaram o projeto em 2015, na zona de Summerfield, na Flórida, com a ideia de criarem eles próprios um espaço reduzido e, equipado com o que era realmente prioritário. Em 2017, a casa ficou pronta e, desde então, que ambos têm aproveitado para comer (bastante) pizza com queijo e espumante.

O forno foi construído à mão.

Segundo afirma Rebekah, à revista online Insider, a casa demorou 20 meses a ser construída com o uso de materiais recicláveis e de isolamento, que eles próprios desenharam, dentro de um estilo arquitetónico europeu. O custo total ficou em 12,332,48€.

Além do forno, que cumpre um duplo propósito de cozinhar pizzas e, de queimar lenha como uma lareira tradicional, também incluíram um lavatório, um frigorifico e um fogão a gás. A decisão final foi de que o forno, seria o foco central tanto da cozinha como da casa. 

“O lugar que ele ocupa seria um sofá extra ou talvez um espaço extra de armazenamento” e “para mim, foi uma troca válida”, acrescenta Rebekah. O casal passou duas semanas a construir o forno, que estimam ter custado 1.233,25€ em materiais.

Ambos têm experiência anterior em design e construção, tendo já construído as suas duas lareiras na antiga casa, onde Robert trabalhou como pedreiro. O casal utilizou tijolo, gesso, cimento e lã cerâmica em torno do forno para o manter isolado e à prova de fogo. Possui também hastes de alecrim, recolhidas da árvore da sua antiga casa. 

O forno quando atinge os 700 graus, fica com a parte externa fria ao toque. Quando fizeram e provaram a primeira pizza, a casa ainda não estava terminada mas consideraram o momento memorável.  

Quase três anos depois, a casa ficou concluída e afirmam que fazem pizzas pelo menos uma vez por mês, durante os meses mais frios na Flórida, que acaba por funcionar depois também como uma fonte de aquecimento.   

O exterior e o interior

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT