gourmet e vinhos

A chef que perdeu o emprego na pandemia e agora é uma estrela no Tik Tok

Tem mais de 1,5 milhões de seguidores e tudo começou com a partilha de uma receita de um pastel de batata da McDonald’s.
Tudo começou com a receita de um pastel de batata.

Depois de perder o emprego em março de 2020, Poppy O’Toole nunca diria que um ano depois seria uma estrela no Tik Tok com mais de 1,5 milhões de seguidores e um livro publicado. A pandemia fez com que fosse dispensada de um restaurante em Londres. Voltou para a casa dos pais e foi através dos irmãos que conheceu a rede social e o que seria possível fazer através de vídeos sem ser as coreografias.

Poppy O’Toole tem atualmente 27 anos. Foi com 18 que começou a carreira na cozinha, num restaurante em Birmingham. Daí seguiu para Londres onde passou por várias cozinhas estrelas Michelin. Sempre teve o sonho de abrir um restaurante, e era nisso que pensava antes da pandemia lhe tirar essa ideia.

Ainda assim, sempre gostou da pressão do trabalho num restaurante, apesar de todos os sacrifícios. “Trabalha-se numa cozinha 70 horas por semana, quer se goste ou não. Muito disso é um esforço de equipa”, explicou numa entrevista ao “Insider”.

Em março de 2020, depois de ter ficado sem emprego, voltou para a casa dos pais. Os irmãos foram um público difícil de ter já que estavam sempre agarrados ao telemóvel. Era o Tik Tok que os prendia várias horas do dia.

“Estavam sempre nos telefones a dançar e a fazer coreografias.” O’Toole percebeu que a aplicação teria mais potencial e não servia apenas para fazer aqueles tipos de vídeos. Viu pessoas a partilhar receitas de comida caseira e pensou também que podia fazer algo do género.

Partilha várias fotos nas redes sociais.

“Sempre quis diversificar e fazer mais receitas, mas senti que com o Instagram as pessoas com quem eu trabalhava iam rir-se de mim. Mas o Tik Tok é tão grande que poderia fazer isso livremente, sem que ninguém que conheço visse.” 

No @poppycooks começou com receitas mais simples como churros e batatas. A primeira com grande sucesso, e a que lhe trouxe mais seguidores, foi a de pastel frito de batata idêntico ao que se vende nos restaurantes da McDonald’s no Reino Unido.

Teve mais de 40 mil visualizações em poucas horas. A batata tornou-se um dos alimentos preferidos e até é apelidada de rainha da batata. Faz chegou aos 100 mil seguidores, criou uma compilação com todos os vídeos de batata e duplicou o número de seguidores. ”Teve 25 milhões de visualizações. Fui para a cama com 200 mil seguidores e acordei com mais de um milhão”, recorda.

O sucesso foi tal que chegou mesmo a ser contactada por uma editora e vai lançar um livro em setembro deste ano. Apesar de afastada da cozinha profissional, acredita que o Tik Tok a ajudou a ser melhor chef.

“Como chef, estamos tão acostumados a cozinhar o que todos estão a fazer. Acho que a maior lição que aprendi é que preciso de ter mais confiança naquilo que faço.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT