gourmet e vinhos

Estas sobremesas foram criadas por computadores na Google — e parecem deliciosas

Foi utilizada inteligência artificial e os dados de busca de receitas para inventar duas novidades.
Vale a pena experimentar

Com o ritmo de vida atual, grande parte das pessoas não tem tempo para cozinhar ou nem se dá ao trabalho de tentar aprender. Isto, aliado ao constante desenvolvimento da tecnologia, fez com que de há uns anos para cá a utilização de robôs na cozinha tenha aumentado em grande escala. Curiosamente, durante a pandemia vimos uma tendência geral de regresso à cozinha e até de aprendizagem de receitas menos convencionais como pão em casa.

Juntando a tecnologia a esta nova moda de experimentar várias receitas — tão falada desde março e que até aumentou nos meses de novembro e dezembro de 2020 —, a Google anunciou uma curiosa aplicação para a inteligência artificial: criar receitas de sobremesas. O objetivo foi “tentar perceber a ciência por trás daquilo que torna as bolachas crocantes, os bolos esponjosos e o pão fofo”, explica a empresa no seu blogue.

Utilizando então a inteligência artificial, criou duas receitas completamente novas: o cakie e o breakie. O cakie, que resulta da junção das palavras cake e cookie (bolo e bolacha, respetivamente), caracteriza-se por ter o aspeto de um bolo e ser crocante como uma bolacha. O breakie, por sua vez, une bread e cookie (pão e bolacha), o que acaba por dar-lhe uma textura mais fofa e deixá-lo parecido a um muffin.

Para criar estas receitas foi utilizada a ferramenta AutoML Tables da Google Cloud, para a qual foram carregadas 700 receitas de bolos, pães e bolachas. O processo acaba por ser complexo e envolver estatísticas, cálculos e previsões mas, de uma forma simplificada, o que os especialistas tentaram fazer foi perceber que ingredientes e em que quantidades transformam uma receita em determinado resultado final. A partir daí foi só pedir ao programa que inventasse uma receita que fosse metade bolo, metade bolacha e outra 50 por cento pão, 50 por cento bolacha.

Os resultados parecem agradar aos investigadores, que partilharam as receitas e um vídeo com todos os passos. Se estiver inspirado ou apenas à procura de uma receita, estas podem ser boas opções para animar o confinamento.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT