Gourmet e Vinhos

Em apenas um ano, o preço dos alimentos aumentou 30%

O dado é avançado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação .
Não há boas perspetivas

Apesar de uma pequena redução em abril, a tendência é de aumento significativo. Desde 2021, o preço médio dos alimentos por todo o mundo aumentou cerca de 30 por cento, revelam os dados divulgados pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

Este fator é revelado pelo índice de preços dos alimentos criado pela FAO, que registou uma pequena descida de 0,8 por cento em abril. Uma descida ainda insuficiente para regressarmos aos valores do ano anterior.

“Este pequeno declínio no índice é um alívio bem-vindo, sobretudo, para os países com baixos rendimentos e défice alimentar”, nota o líder da FAO, Máximo Torero Cullen.

Esta diferença justifica-se, explica-se em parte pelo aumento dos preços do arroz, por exemplo, mas também do açúcar — uma subida de 3,2 por cento —, da carne e dos laticínios.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT