Gourmet e Vinhos

Espumante, vinho tinto e Porto. Temos tudo o que precisa na sua mesa da Páscoa

Este ano pode arriscar numa opção diferente para começar o almoço, mas há também sugestões infalíveis de vinho para a refeição.
Opções perfeitas para reunir todos à mesa.

Quem disse que espumante é só para a passagem de ano ou para grandes festejos, estava muito enganado. Um simples almoço de família ou de amigos pode ter um toque de requinte se assim quisermos. Basta começar logo as entradas com uma destas bebidas a acompanhar. O espumante cai bem com os típicos queijos, mas também com opções mais gourmet — como mini folhados, uma salada de abacate ou qualquer outra tendência.

Além disso, num formato de refeição buffet, é uma ótima bebida para ir acompanhando a chegada de convidados e as conversas enquanto não se sentam todos à mesa. Já fica aqui uma ideia para um almoço de Páscoa diferente, com um toque tanto mais descontraído como requintado.

Um espumante para começar a refeição

Para quem não conhece bem este mundo, escolher um espumante que seja surpreendente pode não ser tarefa fácil. A recomendação recai sobre uma opção do nordeste de Portugal. O Espumante Vértice Bruto Millésime DOC Douro (preço de venda ao público recomendado de 24,99€) é elaborado a partir das castas Chardonnay e Gouveio (entre outras) e conta com um estágio de 60 meses em garrafa. Tem uma bolha fina, elegante e persistente na boca, que casa na perfeição com a acidez delicada. O final é longo e cremoso.

“Além dos aperitivos, espumantes desta classe podem permanecer à mesa durante a refeição, acompanhando os típicos pratos de cabrito ou borrego desta época”, adianta a escanção e educadora de vinho, Teresa Gomes.

Os tintos para os sabores mais típicos da Páscoa

Já se com o prato principal o que se quer é mesmo um vinho tinto, temos uma lista de sugestões onde todos podem encontrar algo a seu gosto. Também do Douro, o Sagrado Premium DOC Douro e o Dona Clara Quinta Romaneira IGP Duriense são opções que os fãs dos vinhos do norte vão adorar. A sua complexidade acompanha bem os sabores intensos dos pratos que se servem na Páscoa, que na maioria vão ao forno. São perfeitos para longos almoços sempre de copo cheio. O primeiro tem um preço de venda ao público recomendado de 13,99€ e o segundo de 24€.

Da Herdade do Rocim, chega uma proposta alentejana diferenciadora para aqueles que querem mostrar os seus dotes na escolha do vinho. O Herdade do Rocim Clay Aged DOC Alentejo (preço de venda ao público recomendado de 41,40€) tem presente as castas Alicante Bouschet, Trincadeira e Touriga Franca.

“As uvas foram pisadas a pé, em lagar de pedra. O que faz este vinho diferente de muitos outros é o estágio em talhas de barro, por um período de 16 meses. Todo o processo contribui para o resultado final que se destaca por ser polido e aveludado, com expressivos aromas frutados. Já os taninos são firmes e vivos, com uma acidez que termina muita expressiva”, esclarece a especialista.

Os licorosos para acompanhar, da melhor forma, as sobremesas

De barriga cheia, como se quer nestes momentos, há sempre espaço para as sobremesas, nem que seja às cinco da tarde. São refeições sem pressa, onde se pode voltar a uma entrada depois do prato principal.

Dos folares aos doces conventuais com ovos, passando pelos chocolates (na Páscoa há sempre ovos destes, certo?) ou até aos queijos à sobremesa, um Vinho do Porto nunca cai mal. Para quem gosta de um Porto rico e doce, o Graham’s Vinho do Porto Tawny 10 Anos (preço de venda ao público recomendado de 23,49€) vai ser o par certo deste momento de prazer, onde o aroma a laranja e frutos secos se destaca.

Numa opção de sabores mais complexos e não tão doce, o Martha’s Legacy Tawny 10 Anos (preço de venda ao público recomendado de 22,99€) combina notas de frutos secos, como passas e damascos, notas de chocolate e madeira, com um final de boca que proporciona uma sensação de frescura. Esta experiência no paladar, conjugada com a textura sedosa e luxuosa, tornam-no numa opção elegante que agrada a vários gostos.

Por fim, temos o Vinho do Porto Silval Tawny 10 Anos (preço de venda ao público recomendado de 35€).

“Este Vinho do Porto, tal como qualquer outro Tawny, é o resultado de um lote de vinhos que estagiaram durante muitos anos em cascos de carvalho. Por isso são Portos com uma cor tinto-aloirado e sabores dessa mesma evolução em madeiras usadas. Este é rico e macio na boca, tem um final longo e demorado que vai prolongar facilmente os almoços de Páscoa. Sobretudo se tiver na mesa os doces tradicionais da época ou queijos curados”, conclui Teresa Gomes.

Carregue na galeria para conhecer melhor todas estas sugestões.

ver galeria

Áudio deste artigo

Este artigo foi escrito em parceria com o Continente.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT