Gourmet e Vinhos

Esqueça a dieta. Vem aí uma feira para provar todos os doces conventuais do País

Não vão faltar doces para adoçar as bocas dos mais gulosos. A festa arranca a 10 de maio.
Algumas das iguarias que vai poder provar.

Brisas do Tâmega, queijadinhas de São Gonçalo de Amarante, Ovos Moles de Aveiro, pastéis de Tentúgal, cornucópias de Alcobaça. E podíamos continuar. O paraíso dos gulosos vai voltar a Amarante com a Feira dos Doces Conventuais. A iniciativa arranca a 10 de maio, sexta-feira, e prolonga-se até 12, domingo.

Os Claustros do Mosteiro de S. Gonçalo voltarão a servir de ponto de encontro a doceiros de vários pontos de Portugal. Consigo trazem barrigas de freira, pães de rala, toucinhos do céu, fidalgos, castanhas de ovos, pastéis de Belém, lampreia de amêndoa, fartes e queijinhos do céu, para mencionarmos apenas alguns..

“Esta edição representa não apenas uma oportunidade para degustar os mais refinados doces conventuais do país, mas também uma homenagem aos mestres doceiros que preservam as tradições culinárias que definem a nossa identidade”, adianta a organização.

A representar o município do Tâmega e Sousa, conhecido por possuir um vasto número de receitas (segredos bem guardados) de doces conventuais com origens remotas, estarão os tradicionais Foguetes, Lérias, Brisas, Papos de Anjo e, claro, os famosos São Gonçalos. Além das iguarias, os visitantes da feira vão ter à disposição vários licores para provar e comprar. 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT