gourmet e vinhos

Pára tudo: está aberta a época dos caracóis em Lisboa

O petisco começa a estar mais uma vez disponível na cidade. Desta vez com entregas ao domicílio.
A época do petisco já arrancou.

A tradição diz que é nos meses sem “r” que são bons, mas a verdade é que os caracóis voltaram a disponíveis em alguns espaços ainda em abril. Por norma é mais no final do mês que os consegue pedir, mas no Caracol do Bairro, no Lumiar, em Lisboa, estão à venda desde sexta-feira, 17 de abril.

É entre as 15 e as 20 horas que a loja está aberta para take-away. Este ano o projeto também se juntou à Uber Eats e à Glovo para entregas ao domicílio. Existem vários tamanhos disponíveis. Tem a caixa mais pequena, a S, a 4€; uma intermédia, a M, por 6€; a L, que fica por 12€; e ainda a XL, a 17€.

São servidos em caixas de quatro tamanhos.

No Caracol do Bairro há ainda a mitra, preparada à Bulhão Pato. Custa entre 6€ a 21€, dependendo da quantidade que pedir. Outra das sugestões do menu é a caracoleta assada. Esta está à venda à dose (14€) ou em meia dose (8€).

A loja abriu no Lumiar em abril de 2018. Ruben Alves é o responsável. Sempre trabalhou com pai que tem também um negócio de caracóis na zona de Frielas. Agora quis ter um espaço próprio, com mais sugestões no menu. “O meu pai só vendia vivo, mas também tenho cozido ou à Bulhão Pato”, explicou à NiT quando inaugurou o espaço.

Além dos petiscos, no Caracol do Bairro vendem-se congelados e embalados a vácuo coelho, lebre, perdiz, alheira de caça e moelas. Entre setembro e dezembro é provável que os encontre vivos aqui também à venda. Lampreia e sável, na devida época, são também outras das opções que aqui estarão à venda.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT