Gourmet e Vinhos

Festival Açoteia regressa aos melhores rooftops de Faro com boa comida, música e cinema

Nesta edição, 35 terraços farenses vão abrir ao público para promover as 200 atividades incluídas na programação.
Sempre com a Ria Formosa como plano de fundo.

O famoso arroz de lingueirão, choquinhos fritos, carapaus alimados e Dom Rodrigo. Estes swerão apenas alguns dos pratos típicos que poderá provar durante o Festival Açoteia.

A edição deste ano começa às 18 horas desta sexta-feria, 5 de julho, e prolonga-se até dia 6, com concertos, exposições, observações astronómicas e cinema ao ar livre. Durante a noite, os participantes terão a oportunidade de visitar locais que normalmente estão fechados ao público, como a Igreja do Carmo e a Torre do Mirante do Museu Municipal de Faro. Alguns destes locais requerem a compra de um bilhete diário no valor de 5€ por pessoa, enquanto outros têm entrada gratuita.

O nome do festival pode deixar muitos portugueses intrigados. O termo “açoteia” vem do árabe e refere-se a espaços abertos na parte superior de uma casa ou no telhado, usados para secar e armazenar frutos — atualmente também conhecidos por rooftops.

Nas 35 açoteias que irão receber a programação do evento, haverá música ao vivo com artistas como Luís Trigacheiro, Manuel João Vieira, Bonga e JP Simões, bem como performances artísticas e DJ sets.

Tal como aconteceu em anos anteriores, esta terceira edição do festival pretende destacar locais da cidade que normalmente passam despercebidos pelos turistas e pela população local, seguindo o sucesso registado em 2019 e 2023.

Se preferir passar por uma exposição, pode ainda visitar a “Arte erguida na ermida”, a partir das 20 horas na Ermida de Santo António do Alto. A curadoria é de Maria Trindade, Manuel Dias e Cecília Rodrigues, da “Peace and Art Society”. O programa pode ser consultado online

 

Áudio deste artigo

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT