Gourmet e Vinhos

Há um vinho português nas escolhas de confinamento do “The New York Times”

É o único representante nacional entre as 20 escolhas de crítico Eric Asimov. Um destaque oriundo da Bairrada.
Para brindar, mesmo em confinamento.

O desafio para os nova-iorquinos era simples: uma viagem à volta do mundo em vinhos que custassem menos de 20 dólares e que possam comprar na Big Apple, sem sair de casa. Havia muitas opções, mas só 20 foram referidas. E existe um vinho português destacado no artigo do “The New York Times”.

As escolhas do crítico Eric Asimov recaíram por diferentes paisagens vinícolas, de11 países. É o próprio que escreve que os vinhos têm “o poder de nos transportar” para outros lugares. E, neste caso, a viagem faz-se do lado de lá do Atlântico até à Bairrada.

O Casa de Saima Baga Tonel Tinto 2018 foi a escolha de Asimov, que fala da Bairrada como “uma região com uma identidade muito vincada”, o que se nota nos vinhos. “Gracioso e comovente, com sabores terrosos de frutas vermelhas”, acrescenta ainda o crítico.

Eric Asimov realça: “A Casa de Saima é uma pequena vinícola familiar, de cultivo biodinâmico. O vinho fermentou em lagares de betão, as cubas mais típicas da região do Porto, e estagiou em grandes e velhas barricas de carvalho”.

Este vinho em particular, da Casa de Saima, tem tido tanta atenção entre nós que até é difícil encontrá-lo à venda no País. Curiosamente, será mais provável comprá-lo por este altura a 19,95 dólares em garrafeiras específicas nova-iorquinas ou no Brasil. Em comunicado, a distribuidora Wine Concept explica que isso acontece porque “as últimas unidades atravessaram o Atlântico rumo ao Brasil”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT