Gourmet e Vinhos

A Hangus não é um talho qualquer — é uma beef boutique com carnes de todo o mundo

Depois de um espaço em Vilamoura, a marca chegou a Cascais com picanha, maminha, T-bone e wagyu importados de vários países.
Também se fazem alguns eventos.

Esqueça as senhas e os pedidos: 200 gramas de bifanas, meio quilo de lombo de porco ou duas dúzias de moelas. Na Hangus também irá encontrar várias carnes, mas este não é um talho tradicional. Os responsáveis preferem chamar-lhe uma beef boutique. “É um espaço de encontro para pessoas apaixonadas por carne”, explica à NiT Allan Chan, 42 anos, o responsável pelo conceito.

A marca existe desde 2019 — na altura apenas contava com uma loja online. O primeiro ponto de venda físico surgiu em 2020 em Vilamoura, no Algarve. O desejo de abrir um também em Cascais era antigo e concretizou-o em 2022. Por lá vai encontrar vários tipos de cortes e carnes de diversos países. Muito semelhante a um talho, sim, mas aqui conta com um serviço personalizado que dificilmente encontrará noutro local.

O espaço tem 60 metros quadrados e várias vitrines com as carnes expostas. Ao cento estão duas mesas redondas onde lhe é dado todo o aconselhamento e sugestões que precisar. “É possível escolher um corte para a grelha, para o forno ou frigideira, para um grupo grande, um churrasco ou algo mais formal. É uma espécie de parque de diversões das carnes.”

Estas mesas servem como espaço de partilha. “Não somos especialistas, nem donos da verdade, também sabemos ouvir os novos clientes e receber as dicas que também nos têm para dar.” A nova loja de Cascais é maior que a de Vilamoura e permite ter outro tipo de produtos disponíveis para levar — tudo a pensar nas carnes, claro.

Desde os sais, aos temperos, vinhos, acessórios, utensílios ou estojos de facas. “Queremos promover uma experiência completa de consum — levar tudo o que precisa para a refeição.” Na Hangus não fazem a manipulação das carnes. Já se encontram todas devidamente embaladas, tanto em cortes mais pequenos como peças maiores.

Existem propostas da Argentina, do Brasil, Irlanda, Uruguai, Reino Unido, Austrália, Japão e Portugal. Há entrecôte, picanha, fraldinha, entrecosto ou T-Bone. “Procurámos uma seleção de carnes premium, animais de pasto, e temos sempre a preocupação de referenciar a origem do produto, uma espécie de um bilhete de identidade do animal.”

Numa altura em que existem cada vez mais pessoas a deixar de comer esta proteína, acreditam que podem fazer a diferença. “Não queremos que as pessoas comam carne todos os dias, mas que possam optar por carne diferente quando o fizerem.”

Apesar dos dois pontos de venda físicos, a Hangus continua a apostar no online. Na Grande Lisboa as encomendas são entregues no próprio dia. No resto do País em 48 horas. Os pedidos podem ser feitos através do site da marca.

O espaço de Cascais não é um restaurante, mas em determinados dias é possível fazer algumas degustações. Foi criado o serviço Hangus Tasting, que pode juntar até 16 pessoas para dar a conhecer algum novo artigo que chegue. Depois tem ainda o Hangus Experience, que organiza eventos privados.

Allan Chan é natural de Salvador, no Brasil. Sempre trabalhou numa área mais executiva deste segmento em vários países. Descobriu Portugal há quatro anos e teve a ideia de criar este projeto juntamente com a mulher Mariana Moreira.

“Vimos que muitas das recordações que tínhamos eram à mesa quando juntávamos amigos. A partir da carne começavam a surgir várias conversas. Passou a ser uma paixão.”

São este tipo de conversas que quer que aconteçam no espaço em Cascais, tudo para que consiga levar as melhores sugestões para a refeição que quer preparar.

Carregue na galeria para conhecer melhor a nova Hangus.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Avenida 25 de Abril, 970, Cascais
    2750-512 Cascais
  • HORÁRIO
  • Das: 12:00
  • Às: 19:00
PREÇO MÉDIO
Mais de 50€
TIPO DE COMIDA
Loja

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT