Gourmet e Vinhos

Já pode beber o delicioso creme das bolas de Berlim (sim, leu bem)

O licor é inspirado na famosa iguaria vendida nas praias de todo o País. Uma bela sugestão para um fim de tarde na esplanada.
É uma edição limitada.

O bolo mais célebre das praias portuguesas foi trazido para Portugal em 1935 durante a II Guerra Mundial por Ruth Davindson, uma refugiada judia, e terá sido por essa altura que a sobremesa se popularizou no nosso País. A única diferença é que a bola de Berlim trazida por Ruth tinha compota de frutos silvestres, morango ou framboesa e não o creme de ovos a que nos habituámos.

Seja como for, é uma iguaria adorada pelos portugueses. Inspirada nesta preferência, a Chocolicor — uma empresa nas Caldas da Rainha com vasta experiência na produção de licores tipicamente portugueses —, criou o “Bola de Berlim Premium”. A sugestão, que tem uma base láctea, inclui açúcar, álcool, corante e, claro, o sabor à famosa iguaria.

As instruções de preparação da bebida, que deve ser consumida bem fresca, são simples: com o copo vazio, molhe o rebordo e rode sobre o açúcar de forma a que fique agarrado em volta do copo. Pode acrescentar um cubo de gelo (ou mais) e acrescentar o delicioso líquido amarelo.

Tem um teor alcoólico de 16 por cento e está disponível em garrafas de 200 ml (14€) e 500 ml (20€) na página oficial da marca, que envia para todo o País. Se é fanático por bolas de Berlim, o melhor ser rápido — trata-se de uma edição limitada.

Se costuma comer um destes bolos em todas as idas à praia, já reparou que existem versões com massas e cremes para quase todos os gostos. Uma das mais famosas leva alfarroba. Leia este artigo da NiT para descobrir, afinal, qual é a mais saudável.

Aproveite e carregue na galeria para descobrir outras tentações doces que pode aprovar em Lisboa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT