Gourmet e Vinhos

Já pode fazer um arroz-doce “como o da avó”, mas com muito menos trabalho

Com a ajuda do robô de cozinha pode preparar uma sobremesa tipicamente portuguesa, com menos passos e o mesmo sabor.
Mais fácil e com o mesmo sabor.

Algumas receitas só são plenamente apreciadas se forem preparadas com a sabedoria e o carinho de uma avó — e não chef com estrela Michelin que a substitua. Considerado um dos doces mais emblemáticos e queridos dos portugueses, o arroz-doce é presença assídua em todas as festividades e celebrações familiares.

Já imaginou servir arroz-doce comprado num qualquer supermercado num jantar de família? Na melhor das hipóteses, a anfitrião poderá tentar replicar a receita da matriarca — não será o mesmo, é certo (mas poderá depositar alguma esperança na genética). 

Embora a típica sobremesa possa ter algumas variações, é difícil não gostar de todas. Há quem junte ovos ao preparado, o que lhe confere um tom mais amarelado ou ainda quem acrescente água ao leite. Menos comum, mas também possível, é trocar o limão por um ramo de limonete seco (conhecido por lúcia-lima). Seja qual for a alteração, o sabor deste doce será sempre inconfundível. 

Se procura uma forma mais fácil e rápida de preparar, a receita do robô de cozinha do Lidl, o Monsieur Cuisine, é uma boa alternativa. Requer menos passos que a tradicional, mas promete manter o sabor da receita original (e familiar). O gadget é um dos mais populares do ramo, estando constantemente a esgotar nas lojas. Se tem um em casa é só experimentar.

Do que precisa

— 1 litro de leite gordo
— 185 gramas de arroz carolino
— 170 gramas de açúcar
— raspa da casca de um quarto de limão
— 1 pau de canela
— 1 pitada de sal
— canela em pó q.b.

Como se faz

Verta a embalagem de um litro de leite gordo no copo de mistura (a mesma poderá ultrapassar algumas gramas, o que não irá pôr em causa o resultado). Adicione ao copo de mistura o arroz. Acrescente a raspa do limão, um pau de canela e a pitada de sal. Retire o copo medidor da tampa e coloque o cesto de cozedura por cima desta (para evitar salpicos ao mesmo tempo que permite a libertação de vapores). 

Selecione a cozedura personalizada a 95 graus, durante 48 minutos, no nível um e com sentido de rotação para a esquerda. Com o programa em funcionamento, remova o cesto por cima da tampa e adicione aos poucos o açúcar pelo orifício. Finalmente, programe novamente a cozedura nos 95 graus, durante sete minutos, nível um com sentido de rotação para a esquerda.

Para o empratamento, verta o arroz-doce numa travessa ou distribua por taças individuais, removendo a cascas de limão e o pau de canela. Deixe arrefecer, decore com canela em pó a gosto e sirva.

Carregue na galeria para descobrir outras versões de nove doces tipicamente portugueses.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT