Gourmet e Vinhos

A jovem que começou a partilhar receitas no Instagram e criou uma marca de granolas

São entregues em todo o País e também faz delivery de boxes de brunch, mas apenas na zona de Póvoa de Varzim.
Francisca tem 23 anos e já criou um negócio.

Francisca Igreja, 23 anos, começava o dia com um pequeno-almoço bem composto. Não saía de casa sem o partilhar nas redes sociais. Os amigos gostavam do que viam, pediam sempre mais e, por vezes, até as receitas. Criou uma página no Instagram só para estas fotos em 2019. Na altura estava a tirar o mestrado em marketing. Este ano, ainda sem emprego na área, criou um negócio próprio, o Papaya | Nourishing Food, ao qual juntou uma marca de granolas que são entregues em todo o País.

“Os meus amigos gostavam sempre dos pratos que eu partilhava, principalmente dos pequenos-almoços. Começaram a pedir as receitas e decidi criar uma página de Instagram para as partilhar e não misturar com o meu conteúdo pessoal”, explica à NiT Francisca Igreja.

A granola era algo que usava em bastantes pratos e começou também a ser procurada por quem a seguia. “Comecei a fazer uma granola que utilizava em imensos pequenos-almoços que partilhava e as pessoas começaram a pedir que lhes enviasse também.”

A receita original já foi alterada, mas continua a ser tudo caseiro. No início do ano começou a vender alguns sacos a amigos mais próximos. Só mais tarde é que tornou o produto mais generalizado aos vários clientes.

“Temos a tradicional, a que leva um toque de canela e brevemente vai sair a granola de coco e chocolate.” São vendidas em pequenos sacos de 250 ou 500 gramas e custam entre 4 a 9 euros. Pode também optar pelas versões sem glúten.

“A granola chega a todo o País. Para encomendar basta mandar mensagem no Instagram ou então ligar através do número que está no perfil de Instagram.” São uma boa sugestão para juntar a leite, iogurtes, a cereais que tenha em casa ou a massas para fazer bolos e pães.

As granolas são entregues em casa.

“Os clientes estão sempre a pedir mais sabores de granolas e também receitas nas quais as possam utilizar.”

O projeto da Papaya | Nourishing Food já tinha arrancado com a entrega de boxes de brunch ao domicílio. Os pedidos também são feitos pelo Instagram, mas entregues apenas nas zonas da Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

“Como eu não como carne, não quis fazer nenhuma box que levasse carne porque não consigo vender algo que não prove.  Decidi criar uma vegetariana que dá para transformar em vegan e até sem glúten, ainda uma mais tradicional com salmão porque é algo de que muita gente gosta e adere.”

As caixas de pequeno-almoço entregues em casa podem ser para uma ou duas pessoas e custam entre 18€ e 33€. Começar um negócio numa altura em que não tinha trabalho e durante uma pandemia revelou-se complicado, mas até uma ideia vencedora.

“Até foi bom porque o brunch, como é entregue em casa, é mais seguro. Havia pessoas que preferiam encomendar comida em vez de irem aos sítios. Já a granola não é um produto influenciado diretamente pela pandemia porque é algo que as pessoas gostam de ter sempre em casa.”

Para os próximos meses a evolução do projeto está traçada. “Crescer no número de encomendas de granola e de brunch, crescer em marketing e na imagem de marca e conseguir levar a granola até restaurantes de brunch, para ser usada em pratos”, explica a jovem empresária.

Carregue na galeria para conhecer outros novos espaços saudáveis que abriram em Lisboa nos últimos meses.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT