Gourmet e Vinhos

Lotes de chocolates Kinder vão ser retirados das prateleiras dos supermercados nacionais

A decisão foi anunciada pela Ferrero Ibérica, na sequência do surto de salmonela detetado em alguns produtos noutros países.
Os chocolates vão ser retirados.

Vários lotes de chocolates Kinder foram retirados do mercado francês depois do seu consumo ter sido associado a casos de salmonela. O mesmo já tinha acontecido no Reino Unido e na Irlanda. Em comunicado, o grupo Ferrero Ibérica informou, esta quarta-feira, que vai tirar do mercado português alguns lotes de chocolates Kinder. Porém, a empresa esclarece que esta é uma medida preventiva — não foram reportados casos em Portugal.

No seguimento da decisão tomada pela marca, os lotes dos produtos ‘Kinder Shokobons’, ‘Kinder Surpresa Maxi’ e ‘Kinder Happy Moments’, com data de validade entre 26 de maio e 21 de agosto deste ano, vão ser retirados das prateleiras dos supermercados.

A empresa esclareceu ainda, por outro lado, que os “restantes ovos Kinder Surpresa de qualquer formato, o ovo de Páscoa Kinder Gran Surpresa e todas as restantes marcas Kinder não foram afetados e mantêm-se à venda”, pode ler-se na mesma nota.

O grupo Ferrero diz que procedeu a esta decisão “de forma voluntária e como medida de precaução”, após “alguns casos de salmonela terem sido registados no norte da Europa”. A empresa garante, no entanto, que não foram detetadas, até agora, quaisquer “presenças de salmonela nas análises efetuadas em qualquer produto Kinder”. A marca diz ainda que está a cooperar com as autoridades sanitárias portuguesas, de forma a agilizar a “retirada dos produtos com a maior rapidez possível”.

A Ferrero Ibérica pede ainda aos consumidores que tenham adquirido produtos dos lotes afetados por esta decisão para não os consumirem e para contactarem o serviço de apoio ao cliente, através dos meios referidos no site.

Os chocolates foram produzidos na fábrica da Ferrero situada na cidade belga de Arlon. Os lotes suspeitos foram imediatamente retirados do mercado. Dos 21 casos de salmonela identificados em França, oito necessitaram de internamento.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT