Gourmet e Vinhos

Mãe de Salvador e Luísa Sobral lança livro de receitas com pratos centenários

Luísa Villar explora os livros de receitas do início do século XX e adapta todos os petiscos aos dias de hoje.
Toca a cozinhar

É a mãe de dois famosos cantores portugueses mas ela próprio esconde um talento: o da culinária. Luísa Villar trocou o marketing pelos tachos e transformou o seu antigo escritório num atelier de cozinha. Daí à televisão foi um pequeno passo. Agora mostra-nos os seus cozinhados em formato de livro.

Inspirado na vida das mulheres do início do século XX, nos seus hábitos e preferências, “MESALUISA” compila 60 receitas de duas dezenas de mulheres, tudo perfeitamente organizado em 20 menus. Quase todas são adaptações de receitas de outros tempos, sempre assentes na tradição portuguesa.

A mãe de Salvador e Luísa Sobral é uma apaixonada pelos antigos receituários, muito diferentes daqueles que hoje conhecemos. Esses não continham “fotografias nem explicações passo a passo, até porque os livros ditos de culinária eram dirigidos a mulheres de classe média/alta que tinham sempre criada e cozinheira”.

O objetivo é que cada explicação sobre como preparar determinado prato nos transporte para esses tempos, para as ementas que chegavam às mesas de um Portugal antigo. “MesaLuísa” chegou às livrarias esta terça-feira, 9 de novembro.

A autora que trocou uma longa carreira na publicidade e no marketing pela gastronomia tem já um historial na divulgação dos pratos e da culinária portuguesa. Primeiro na cozinha do seu atelier MesaLuísa, junto ao Mercado da Ribeira, onde organiza jantares privados com direito a concertos— e chegou mesmo a servir famosos como Caetano Veloso. E não só.

O atelier é também promotor de experiências para indivíduos ou grupos. Pode juntar-se a Luísa Villar para percorrer os corredores do mercado da Ribeira logo pela manhã e comprar os ingredientes para o almoço, confecionado pela própria. Há também patuscadas ao final de tarde e jantares secretos com fado.

Não foi a primeira experiência na cozinha de Luísa Villar, que chegou a ter um restaurante na Lapa, o Garfo Voador. O espaço fechou em 1993, recordou em entrevista à NiT. “Tive o primeiro restaurante de entrega de comida do País, com motas. Era uma coisa tão nova que fomos capa da ‘Exame’ na altura. Não havia telemóveis, era difícil encontrar as pessoas e gastávamos imenso dinheiro a arranjar motas. Mas tínhamos clientes ótimos.”

O projeto MesaLuísa teve tanto sucesso que acabou por ter direito a uma adaptação televisiva, num programa da “SIC Mulher” onde Luísa Villar mergulha, lá está, em receitas antigas e as recria para os dias de hoje. A primeira temporada estreou no final de 2020 e regressou em maio deste ano para nova edição.

Entretanto, também já pode mergulhar nas receitas das nossas mães e avós, inspirando-se no livro e nas dicas de Luísa Villar. “MesaLuísa” está à venda nas livrarias por 23,90€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT