Gourmet e Vinhos

Maricota: a mãe e filha amigas do ambiente que abriram uma mercearia a granel

Fátima estava reformada. Maria João trabalhava na área de marketing. Juntaram-se para abrir em Matosinhos um conceito sustentável.
Fica no mercado de Matosinhos.

Ainda a pandemia não era uma realidade e já Maria João, 36 anos, tentava convencer a mãe, Fátima Dias, 65, para se juntarem e criarem uma mercearia a granel. “Vi uma reportagem na televisão sobre um espaço com um conceito idêntico em Lisboa. Disse à minha mãe que era algo giro. Das primeiras vezes que falei com ela só que me respondeu que não se queria por em trabalhos”, explica Maria João à NiT.

A ideia não ficou esquecida. A filha até voltou a falar com mãe depois de ver outra reportagem. “Era sobre o plástico, que me chocou imenso. Pensei que se queria mudar de vida, aquele era o momento certo.”

A mãe estava reformada, depois de trabalhar vários anos em laboratórios na parte da qualidade alimentar. Por outro lado, Maria João era empregada num consultora, na área de marketing. Deixou o trabalho para se dedicar a 100 por cento à Maricota, o nome escolhido para a mercearia a granel que abriram em março no mercado de Matosinhos. Primeiro, tiveram de concorrer ao concurso público. E não fizeram a coisa por menos: candidataram-se a duas lojas.

“Os espaços eram demasiado pequenos. Por isso, ficámos com 70 metros quadrados para a mercearia.” Concurso público ganho, era altura de escolherem os produtos que queriam ter à venda. Agora, desde a abertura em março, que tudo o que apresentam na Maricota é vendido a granel.

Existem dezenas de sugestões, como bolachas, fruta desidratada, chás, frutos secos, chocolates, sementes, massas e cereais. “Não fizemos questão que fosse tudo biológico, como outros conceitos que vimos, mas tentamos que a maioria das sugestões fosse nacional.”

Além de produtos alimentares, já oferecem outro tipo de artigos na mercearia. É o caso dos detergentes, champôs, sabonetes e até líquidos para a máquina da loiça. O objetivo passa por terem cada vez mais opções na loja. “As pessoas podem trazer as próprias embalagens de casa. Se não tiverem temos sacos de papel ou algodão.”

Outra das ideias da mãe e filha passou por criarem um frascão. É um espaço onde têm disponíveis vários frascos de vidro que tinham em casa e que todos os clientes podem usar.

“Até já tive pessoas que perguntaram se podiam trazer frascos que têm em casa. Claro que podem. Levo para casa para lavar e são reutilizados por outras pessoas.”

Sobre os clientes que têm visitado este espaço, Maria João explica o perfil: “Por um lado, temos os mais jovens adeptos da sustentabilidade. Por outro, as pessoas mais antigas do mercado que já vinham desde sempre e que se revêm no conceito, nas tradicionais lojas de bairro com esta opção a granel que se foi perdendo ao longo do tempo.”

Este é um projeto de família e não foi por acaso que o nome Maricota foi escolhido. “Era assim que o meu pai me chamava quando era mais pequena”, explica Maria João.

Carregue na galeria para conhecer melhor a nova mercaria Maricota.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. Álvaro Castelões 56, 4450-037 Matosinhos
    4450-037 Matosinhos
  • HORÁRIO
  • Das: 10:00
  • Às: 13:00
  • Das: 15:00
  • Às: 19:00
  • Sábado até: 14:00
  • Fecha domingo e segunda.
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Mercearia

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT