restaurantes

Nonna Nerina, a avó italiana que ensina a fazer pastas em aulas online

Tinha uma experiência no Airbnb, mas desde fevereiro que recebeu várias desistências. Esta foi a alternativa que arranjou.
A Nonna Nerina tem 84 anos.

Há três anos que Palombara Sabina, uma pequena cidade a uma hora de Roma, em Itália, é um ponto de passagem obrigatório para quem quer aprender a fazer as típicas pastas italianas. Chiara Nicolanti criou uma experiência de Airbnb com a avó, conhecida como Nonna Nerina, de 84 anos. Face ao aumento do surto de Covid-19 no país (já não mais de seis mil mortes desde o início da pandemia) receberam vários cancelamentos, o que as obrigou a criar uma alternativa: aulas online.

Os primeiros cancelamentos aconteceram em fevereiro, até que deixaram de conseguir receber pessoas de todo, por causa das políticas de quarentena que foram adotadas em Itália. A neta não quis deixar que o negócio fosse abaixo, visto que era um dos projetos que dava vida à localidade de Palombara Sabina.

Só a experiência do Airbnb atraiu imensa imprensa, grupos de turistas para as aulas ao vivo, o castelo da cidade que estava fechado há vários anos voltou a abrir, e até se tornou um ponto de encontro para outras nonnas de Palombara Sabina, que por vezes se juntavam a Nerina.

A neta Chiara Nicolanti, sempre com o aval da avó, criou um site para dar continuidade ao projeto. No Nonna Live é possível inscrever-se numa das aulas, que são dadas ao vivo e em direto, e aprender todos os passos necessários para fazer este tradicional prato italiano. As aulas custam a partir de 46€.

Nicolanti, de 30 anos, dá as aulas durante a semana. Já aos fins de semana são em conjunto com a avó Nerina, mas também com outras nonnas de Palombara Sabina que se podem juntar. É tudo muito espontâneo.

Assim que se inscreve, vai receber uma lista de ingredientes e materiais que tem de ter em casa. Ovos, farinha e algo para estender são obrigatórios. “Quando abrimos as aulas e começámos a receber algumas reservas, uma coisa bonita aconteceu. Recebemos centenas de mensagens de todo o mundo a dizer que estavam a orar por nós”, explica Chiara Nicolanti ao “Insider”.

As aulas duram duas horas e é tudo explicado ao pormenor. Começa com a junção dos ingredientes, depois passa para o esticar da massa, o corte, e por fim a secagem, que dá sempre oportunidade para alguma conversa dos participantes com a Nonna Nerina.

“A primeira vez que a minha avó entendeu que as pessoas podiam vê-la e ouvi-la foi uma coisa louca. Eram para ser aulas de uma hora, mas passaram a duas com as pessoas a  rir o tempo todo. Ela nunca para, mas acho que é isso que as pessoas querem.”

Com apenas ovos e farinha parece que a coisa não é complicada, mas é na técnica que está o segredo.

“Para as massas artesanais, não contam apenas os ingredientes. É realmente a técnica das mãos o mais importante. E é algo que só uma avó italiana pode ensinar.” São sempre mostrados diferentes formatos de massa.

Pode aprender vários tipos de pastas.

“Neste momento em que somos forçados a parar, podemos usar esse tempo para falar e partilhar memórias e tradições. Acho que é muito importante numa altura em que todos somos forçados a ficar sozinhos, não nos sentirmos em solidão.”

FICHA TÉCNICA

PREÇO MÉDIO
?

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT