Gourmet e Vinhos

O campeão do Mundial leva a taça e todo o stock de cerveja da Budweiser para casa

A decisão da cervejeira norte-americana surge na sequência da proibição do consumo da bebida alcoólica nos estádios do Catar.
A final é a 18 de dezembro.

Num Mundial atípico como o que está a decorrer no Catar, o prémio também não podia ser comum. A seleção que vencer o último jogo da competição, agendado para 18 de dezembro, irá conquistar o título de campeão do mundo, válido pelos próximos quatro anos,mas não só. No regresso a casa, a equipa vencedora levará mais do que a taça, medalhas e glória. As malas da comitiva vitoriosa também vão ficar repletas de cerveja — sim, leu bem.

A Budweiser, um dos principais patrocinadores da competição, anunciou no Twitter que vai oferecer todo o stock cujo destino era o Catar ao país campeão. A notícia surge na sequência da decisão da FIFA, resultado de um pedido da família real do Catar, que proíbe o consumo da bebida alcoólica nos estádios.

“Novo dia, novo tweet. O país vencedor recebe as Buds. Quem as vai receber?”, questionou a marca norte-americana, que poderá exigir uma indemnização milionária na sequência do veredicto da Federação Internacional de Futebol.

Vale notar que, no Catar, um país muçulmano e conservador, o consumo de álcool é bastante restrito, pelo que a bebida apenas pode ser consumida em alguns hotéis da capital, Doha. Apesar do aliviar das restrições no decorrer da prova maior do futebol, o álcool continua a não ser vendido em supermercados. Os preços praticados também não são os mais convidativos, com o litro de cerveja a poder chegar aos 13€.

A recente proibição é apenas mais uma das polémicas em torno deste Mundial. Vários músicos, de Dua Lipa a Rod Stewart e Shakira, já recusaram atuar no decorrer do evento devido ao desrespeito do país por direitos humanos fundamentais.

Carregue na galeria para conhecer oito spots em Lisboa para ver todos os jogos (e não só) de Portugal.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT