Gourmet e Vinhos

O novo Rosé premium do Douro combina com comida de todo o mundo

Chama-se Kopke Winemaker's Collection Tinto Cão 2020 e é uma edição limitada de 5372 garrafas, numeradas e assinadas pelo enólogo Ricardo Macedo.
A novidade do ano.

Praia e petiscos, piscina e cocktails, esplanadas e marisco ou até um simples copo ao final da tarde. O calor pede tudo isto e muito mais. A estação quer vinhos refrescantes e é nesta época que o rosé se transforma no protagonista da festa. Por ser um vinho servido mais fresco, é a opção ideal para esta altura do ano em que os termómetros vão subindo. Mas não tem de ser sempre assim.

Ainda há quem acredite que o rosé é produzido através da mistura de vinhos brancos e tintos, mas a verdade é que ele tem uma categoria própria e é feito a partir da maceração de uvas tintas, normalmente colhidas mais cedo, ricas em frescura e acidez. E se isto acontecer na zona vinhateira do Douro, podemos ter a certeza que tem uma grande qualidade.

Foi precisamente por isso que a Kopke decidiu lançar o seu novo Reserva Rosé Tinto Cão 2020, que faz parte da coleção de vinhos que o enólogo Ricardo Macedo tem vindo a desenvolver de forma exclusiva para a marca: a Winemaker’s Collection. Casta tradicional do Douro e de maturação tardia, as uvas Tinto Cão foram vindimadas à mão na primeira semana de setembro de 2020.

Com uma acidez ótima e taninos suaves, esta casta confere ao novo Rosé da Kopke uma boa capacidade de envelhecimento, longevidade e frescura. Nasceu assim um vinho elegante, amplo e complexo que estagiou na adega da Quinta de S. Luiz mas que quer chegar ao patamar internacional na categoria dos Rosés premium.

Além de versátil, o novo Tinto Cão 2020 é aromático, elegante, estruturado e sedutor. Por todas estas razões, é uma edição limitada de 5372 garrafas, todas numeradas e assinadas pelo enólogo Ricardo Macedo. E não há regras na hora de harmonizar este Rosé com os pratos e sabores de todo o mundo. Com o mote “Uma Viagem do Douro para o Mundo”, este Rosé acompanha muito bem receitas mais leves, como saladas ou grelhados de peixe, mas também há uma ligação perfeita a pratos mais estruturados, como a carne, os queijos ou até o sushi.

Para nos provar isso mesmo, a Kopke convidou a NiT para a apresentação deste novo Rosé premium. No Gastrobar 38º 41′, no Altis Belém Hotel & Spa, fizemos uma espécie de viagem à volta do mundo e comprovámos que este novo Rosé combina com todos os tipos de comida e é muito mais do que uma bebida refrescante de fim de tarde. 

A viagem foi projetada por João Rodrigues, chef executivo do Hotel Altis Belém e do restaurante Feitoria, e o menu esteve a cargo do chef André Cruz, que nos conduziu pelos diferentes sabores de quatro países, em três continentes diferentes, numa prova de harmonização com este Rosé que tem as suas raízes no Douro.

A viagem do Douro para o mundo

As coordenadas 38º 41′ do Gastrobar, em Belém, simbolizam a partida dos navegadores portugueses para as suas descobertas. E foi ali, nas margens do Tejo, que de Rosé na mão viajámos até à Índia. O primeiro prato foi um pani pourri de legumes da estação, bem típico pelas ruas da Índia. Com um toque final picante, combinou na perfeição com a acidez equilibrada da novidade da Kopke.

Depois fomos até ao Peru, na América do Sul, e experimentámos um ceviche de pargo, rabanetes e leite de tigre de amêndoa. Este é um prato ácido, fresco e de sabores naturais que casaram na perfeição com a frescura do Tinto Cão.

De inspiração italiana, chegou à mesa um saboroso e cremoso risotto de camarão, lima e coentros. O Rosé Tinto Cão revelou-se um excelente acompanhamento ao refrescar o palato. A viagem terminou no Japão, com uma sobremesa de morangos, hibiscos e gelado de chá verde, que nos aproximou das notas florais e frutadas do Rosé. 

Enquanto no nariz expressa notas de romã e de hibisco, no paladar o Rosé revela-se subtil e elegante. É um vinho gastronómico e ótimo para o início de uma refeição. Deve ser armazenado num local fresco e seco, e a garrafa disposta na posição horizontal. Depois, sirva a uma temperatura entre 10 e 12 graus.

Este artigo foi escrito em parceria com a Kopke.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT