Gourmet e Vinhos

O único português que está na corrida ao prémio The Best Chef Awards 2022

João Oliveira está à frente da cozinha do restaurante algarvio Vista. Poderá ser considerado um dos melhores cozinheiros do ano.
É um dos chefs nomeados.

Mesa posta, pratos a jeito: está tudo pronto para a eleição do melhor chef do mundo no The Best Chef Awards. Os candidatos já foram apresentados e na lista de pré-seleção aparece um único nome português: João Oliveira.

Jogava futebol em Valongo, cidade onde nasceu, e passou depois a arbitrar os jogos, mas acabaram por ser as receitas a comandar a sua vida. Estudou no Porto, estreou-se numa cozinha no norte e conquistou a estrela Michelin no Algarve. O chef do restaurante Vista, no hotel Bela Vista de Portimão, é um dos nomes mais conceituados da restauração nacional e está oficialmente na corrida dos The Best Chef Awards 2022.

Foi distinguido com a estrela Michelin em 2017.

O seu nome vai levar a gastronomia nacional até Madrid, em Espanha, entre 18 a 20 de setembro, cidade que acolhe os eventos, palestras, debates, jantares e a grande Gala de Premiação dos 100 Melhores Chefs do Mundo. Nomeado com nomes que se distinguem em cozinhas internacionais, como Matias Perdomo, chef uruguaio, e o francês Gerald Passedat, João Oliveira diz, em comunicado, estar “imensamente feliz por este reconhecimento e por constar numa lista de chefs que são grandes exemplos para mim enquanto profissional e como pessoa”.

Os melhores são decididos a partir de uma pré-seleção de 200 cozinheiros: o top 100 do ano anterior mais 100 novos candidatos, que são propostos por um grupo de profissionais que visitam restaurantes anonimamente e descobrem talentos. Entre estes contam-se jornalistas, críticos, bloggers, fotógrafos e gastrónomos. A votação final é feita por este grupo em conjunto com chefs. Em 2021, em Amesterdão, Henrique Sá Pessoa e José Avillez ficaram entre os 50 primeiros. Ainda assim, o primeiro lugar foi entregue ao madrileno Dabiz Muñoz , seguido de Björn Frantzén, que tinha vencido a edição de 2019.

Esta não é a primeira nomeação do profissional. Em 2017, quando tinha apenas 30 anos, foi distinguido com a estrela Michelin. No ano seguinte, João Oliveira recebeu também a distinção Man of the Year Gourmet, da GQ, e em 2019 foi escolhido como o Chef de L’Avenir, pela International Academy of Gastronomy. Não há dúvidas de que tem mostrado ao mundo aquilo de que é capaz.

No Vista desde 2015, Oliveira tem apostado numa integração criativa entre o mar e a sustentabilidade e nas descobertas vegetais e locais. A partir desse mote, criou dois menus de degustação: o Vista (170€), focado em bivalves, crustáceos e peixes da costa algarvia; e o Tempo da Terra (150€), vegetariano ou vegan, feito com produtos hortícolas orgânicos da região.

Leia também o artigo sobre o restaurante cuja cozinha está a cargo do chef João Oliveira.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT