gourmet e vinhos

O vinho português que custa 10,90€ e é dos melhores do mundo para o “The New York Times”

Numa seleção feita pelo jornal, este branco da zona dos vinhos Verdes foi a única referência nacional a ser mencionada.
Foi o único português da lista.

É português um dos melhores vinhos do momento. O jornal norte-americano “The New York Times” voltou a fazer uma complicação de algumas referências de vários países. Numa lista que contemplou 20 garrafas, uma é nacional, um monocasta de Loureiro que chega da zona dos vinhos Verdes.

O artigo junta 20 vinhos de vários países, todos a custar até 16,95€ (20 dólares). Em Portugal consegue encontrá-lo por um preço mais baixo: 10,90€ na VirguWines. Ainda assim, está também disponível noutras lojas com entregas no País por outros preços.

Já sabe quando custa, que é português, mas afinal que vinho é este que mereceu elogios do “The New York Times”? É o Aphros Loureiro 2020. A seleção foi feita pelo crítico gastronómico Eric Asimov.

“O Aphros é um dos vinhos mais interessantes da nova vaga de produtores em Portugal. Toda a sua agricultura é biodinâmica. As garrafas com o rótulo “Phaunus” tendem a ser mais experimentais, fermentadas em ânforas, por exemplo”, explica Eric Asimov no artigo.

A referência nacional é a primeira a ser mencionada, mas não foi feito qualquer ranking, apenas uma compilação dos vários vinhos. “Gostei muito deste vinho. Outros, como este Vinho Verde, parecem mais convencionais, embora sejam invulgarmente puros e deliciosos. Este branco, feito inteiramente com a casta Loureiro, é seco, com aromas a flores e refrescantes sabores cítricos”, continua.

Aphros Loureiro 2020.

Já a própria marca revela que este vinho pode ser uma boa sugestão para acompanhar peixe grelhado ou cozido, bacalhau com natas, frutos do mar, saladas e sushi.

Este artigo do “The New York Times” junta vinhos de nove países. Segundo Eric Asimov, ficaram de fora referências de países Chipre, Croácia, Áustria, Argentina e Austrália. Não chegaram a ser incluídas na seleção uma vez que só se encontravam à venda em Nova Iorque e não noutras cidades dos Estados Unidos.

Carregue na galeria para conhecer alguns vinhos vegan portugueses.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT