Gourmet e Vinhos

Os vinhos fortificados e a doçaria tradicional portuguesa vão invadir Oeiras em setembro

No festival Nobre Gosto, conte com showcookings — proporcionados por chefs prestigiados —, provas comentadas e concertos.
Fotografia: Kelsey Knight no Unsplash.

De 2 a 4 de setembro, o Palácio do Marquês de Pombal, em Oeiras, recebe a primeira edição do Nobre Gosto, um festival que tem como protagonista uma combinação irresistível: vinhos fortificados e doces nacionais.

A iniciativa inclui provas das várias referências — entre as quais se incluem, os vinhos do Porto e da Madeira e o moscatel de Setúbal e do Douro —, que podem ser acompanhadas por doces regionais, assim como de outro tipo de pastelaria fina, compotas, chocolates, patés e similares. Os participantes podem contar ainda com uma série de atividades que vão de showcookings a masterclasses.

As demonstrações culinárias dispõem de um espaço exclusivo, com uma bancada de cozinha pela qual vão passar vários chefs prestigiados. Mais do que fazer as suas preparações, estes irão justificar a harmonização das mesmas com os vinhos doces e fortificados. Já as provas masterclasses “são uma das peças chaves do evento e a mais exclusiva. Trata-se de um conjunto de provas de vinhos raros e excecionais, tutoradas por especialistas”, descreve a organização. Limitadas a 30 pessoas, têm um custo de 50€ cada. Os bilhetes já estão disponíveis para compra.

A primeira, agendada para às 19 horas de dia 2, tem “Madeira, vinhos que desafiam o tempo”, como tema. Seguem-se “Moscatel, ouro líquido de Setúbal”, às 18 horas, e “2000, o Porto Vintage do Milénio”, às 20 horas, no sábado 3. Por último, no domingo 4, às 18 horas, conte com “Villa Oeiras — o renascimento do vinho de Carcavelos”. Se, após a masterclass escolhida desejar fazer a prova livre de vinhos, deverá adquirir, no local, o copo próprio (10€) para o efeito.

Como, “tradicionalmente, o consumo de vinhos fortificados está associado a um tipo de consumidores mais velhos e a um ritual e ocasiões solenes que importa desmistificar”, o festival terá ainda uma área com DJ’s, destinada ao consumo e experimentação de cocktails com vinhos fortificados. 

Concertos e visita guiada à Adega do vinho generoso Villa Oeiras compõem a programação da iniciativa. O passeio é gratuito, mas a inscrição prévia obrigatória. A escolha do município de Oeiras como palco do Nobre Gosto não foi ao acaso. Deve-se ao “trabalho notável” que tem feito “na recuperação da mais pequena e esquecida Denominação de Origem Controlada dos vinhos fortificados portugueses, o vinho de Carcavelos”, começam por explicar os responsáveis.

Além disso, o espaço disponibilizado, que sobressai pela beleza arquitetónica singular, “tem a carga simbólica de estar indissociavelmente ligada ao fundador da mais antiga região demarcada do mundo”.

Enquanto o evento não chega, carregue na galeria e descubra cinco vinhos nacionais, a preços simpáticos, que vai querer ter lá em casa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT