gourmet e vinhos

A padaria numa pequena vila espanhola que faz o pão mais caro do mundo

É comprado por milionários na Rússia e nos Emirados Árabes Unidos. É de fermentação lenta e junta ouro e prata comestíveis.
Chega aos milhares de euros o quilo.

Juan Manuel Moreno não pode dizer que tenha tido um ano de 2020 mau. A padaria do qual é responsável na pequena vila de Algatocín, Malaga, Espanha, faturou mais de 142 mil euros. O motivo deve-se ao pão que produz, com ouro e prata comestíveis, considerado o pão mais caro do mundo. É vendido a 3700 euros cada quilo. Um pão com 400 gramas custa 1.480 euros.

O atual padeiro, casou a neta do anterior responsável pela Pan Piña, que existia desde 1940. Juan Manuel Moreno começou a trabalhar na entrega de gelados e em 2007 ficou com o negócio depois de convencer a mulher. Os pães especiais vieram alguns anos mais tarde e são um sucesso entre milionários russos e dos Emirados Árabes Unidos.

“Em 2019 vendemos um total de 112 pães, então percebemos um pouco do impacto. Fomos convidados para ir a feiras internacionais mostrar o produto, como em Tampa, na Flórida, em Los Angeles, Turquia e Colômbia”, explica à revista espanhola “Expansion”.

A ideia foi pela primeira vez apresentar numa feita gastronomia em Espanha, o Madrid Fusión. Na altura vendia os pães a 117€. Assim que pandemia permitir já tem um curso combinado para ir ensaiar a fazer pão nos Emirados Árabes Unidos.

O processo de fabrico passa por todos os processos habituais. Há fermentação e toda a preparação que totalizam umas 18 horas. O ouro e a prata vêm depois. “Dão glamour e exclusividade. São ouro e prata próprios para consumo humano e em quantidades muito pequenas.”

Por altura do verão, as vendas aumentaram, também com o fluxo de turistas. A prata vem da Suíça assim como o ouro, que lhe são entregues por uma empresa espanhola. Já as farinhas de milho e espelta são oriundas da Alemanha, Holanda e Bélgica.

A vila onde fica a Pan Piña tem cerca de 700 habitantes, mas já ficou marcada no mapa devido à fama dos pães de Juan Manuel Moreno. Além do outro e prata são decorados com desenhos em forma de plantas e flores, quase como de tatuagens se tratassem.

Tem o objetivo de abrir uma fábrica maior em Marbella, mas claro que quer continuar a fazer o pão tradicional e esta versão mais gourmet.

Foi apresentado pela primeira vez numa feira gastronómica.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT