Gourmet e Vinhos

Pingo Doce acaba com palhinhas de plástico nos produtos de marca própria

São menos 15 toneladas de plástico ou menos 34 milhões de palhinhas em circulação, explica a cadeia de supermercados.
Novidades na cadeia.

Na luta por um mundo sem plástico — ou pelo menos com uma contaminação mais controlada do que a atual — há cada vez mais marcas a juntarem-se à eliminação, sempre que possível, deste material.

Esta semana foi o Pingo Doce que anunciou ter retirado as palhinhas de plástico da totalidade dos seus produtos de marca própria, o que deverá traduzir-se numa poupança de 15 toneladas de plástico por ano: ou seja, menos 15 toneladas em circulação.

Segundo um comunicado da marca, citado pelo “Eco“, os pacotes de leite, de bebidas vegetais, de sumos e de iced teas de marca Pingo Doce, num total de 13, passam agora a incluir palhinhas de papel. “São menos 34 milhões de palhinhas de plástico”, diz a cadeia.

Já em março de 2020, o Pingo Doce tinha substituído as palhinhas de plástico por papel nos pacotes de leite de marca própria. Segundo o “Eco”, 2020 terminou com a mesma substituição realizada nos pacotes de sumos e iced teas. Agora, em 2021, ficou então concluída a substituição nos pacotes de bebidas vegetais, deixando de haver em definitivo embalagens de marca própria Pingo Doce em circulação com palhinhas de plástico.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT