Gourmet e Vinhos

Salário mínimo dos trabalhadores nacionais da Mercadona vai ultrapassar mil euros em 2023

Este aumento no ordenado representa uma diferença de 147 euros em relação à retribuição mínima definida por lei.
Boas notícias.

Esta quinta-feira, 27 de outubro, a Mercadona anunciou que, em janeiro de 2023, o vencimento mínimo dos seus funcionários em Portugal será de 1.034€ brutos. Este aumento representa “uma diferença de 147€ em relação ao salário mínimo nacional (com duodécimos incluídos)”, sublinha a cadeia de supermercados espanhola em comunicado.

Segundo a mesma nota, cada funcionário beneficia ainda da política de progressão salarial da empresa, que se traduz num “aumento de 11 por cento anual”. Este crescimento permite “atingir um salário no valor de 1.414€ brutos mensais (com duodécimos) num máximo de quatro anos de antiguidade”. Por objetivos, o trabalhador recebe ainda um prémio anual correspondente a um salário extra nos primeiros quatro anos e dois nos seguintes.

A história da Mercadona em Portugal começou a escrever-se, oficialmente, a 2 de julho de 2019, quando abriu a sua primeira loja no País. À superfície comercial em Canidelo, na freguesia de Vila Nova de Gaia, a marca juntou mais 35, divididas pelos distritos do Porto, Braga, Aveiro, Viana do Castelo, Setúbal, Santarém e Viseu. A este último, chegou na terça-feira, 25 de outubro.

Carregue na galeria para conhecer alguns dos produtos portugueses que se encontram à venda nos espaços da retalhista.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT