Gourmet e Vinhos

Se é fã de “O Castelo Andante” (e de outros filmes Gihbli) tem mesmo de ler esta notícia

Acaba de ser lançado um livro com as receitas que figuram nas histórias das produções. Incluindo a dos ovos com bacon do filme.
São 20 receitas inspiradas nos filmes.

Assistir a um anime dos Estúdios Ghibli desperta todos os tipos de emoções e sensações. Da admiração ao mistério, passando pela nostalgia que associamos à infância. E claro, fome. Não nos podemos esquecer dela. Alguns dos detalhes mais fascinante destes filmes de animação japonesa estão relacionados com comida. Neste universo há algo estranhamente reconfortante e realista nas personagens de “A Viagem de Chiriro” que comem pães recheados com feijão vermelho, ou an marmita de “O meu vizinho Totoro”. Se é fã das produções Ghibli, não esqueceu os deliciosos ovos com bacon comidos ao pequeno-almoço em “O Castelo Andante”.

Os artistas de anime têm colocado cada vez mais cuidado nas suas representações de comida nos últimos anos, mas o estúdio fundado por fá-lo desde o início, e com tanta habilidade que os fãs desenvolveram o termo “Ghibli meshi”, ou “Ghibli chow”, para descreverem as refeições que nos deixam a babar. Agora, há um livro de receitas ilustrado oficial que lhe permite a replicar meia centena de pratos restratados nos filmes. E o melhor, é que é vendido em Portugal por menos de 25€.

Chama-se “Studio Ghibli: The Unofficial Cookbook”, foi lançado em julho e descreve 50 refeições ilustradas inspiradas em filmes. Escrito por Jessica Yun inclui a salada de frutos do mar do menos conhecido “As Memórias de Marnie”, o bolo de nozes de “Nausicaä do Vale do Vento”, e o arenque e a torta de abóbora de “Kiki’– A Aprendiz de Feiticeira”. Se sempre quis replicar as marmitas bentô de Totoro e o pão de feijão vermelho de “A Viagem de Chihiro”, poderá recorrer ao livro para o fazer.

A receita dos famosos ovos com bacon não foi esquecida. “O Castelo Andante” é uma das muitas histórias de anime sobre o poder do destino, o processo de crescimento e o amor criadas por Hayao Miyazaki. As refeições estão também onipresentes nos seus filmes. Poucas cenas conseguem dar tanta vontade de comer como o prato cozinhado pelas chamas demoníacas de Calcifer. É, provavelmente, uma das cenas com comida mais populares de todos os filmes Ghibli. Embora seja um prato ocidental muito simples, parece super saboroso. Que atire a primeira pedra quem nunca sentiu vontade de o comer depois de ter visto no filme.

Este ano marca um momento especial para os fãs do Studio Ghibli, já que o tão esperado parque temático Ghibli abre em novembro em Nagakute, no Japão. Um pouco mais perto de nós, “O meu vizinho Totoro” está a ser adaptado para o palco em Londres, e tem estreia prevista durante este mês de outubro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT